Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Integrante da FDN é preso portando arma com sigla da facção criminosa

Erick ao perceber a viatura policial, ficou nervoso e tentou fugir. Ele foi preso e confessou participar da FDN e ter cometido diversos homicídios na Zona Leste 

 Integrante da FDN é preso portando arma com sigla da facção criminosa

Integrante da FDN é preso portando arma com sigla da facção criminosa (Divulgação/PM)

O integrante da facção criminosa Família do Norte (FDN), Erick Guerreiro dos Santos, 19, foi preso na noite desta terça-feira (28) após agir em atitude suspeita ao ver a viatura da 11ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), na rua Jeová Jire, bairro Ouro Verde, na Zona Leste de Manaus. Com ele a polícia apreendeu uma motocicleta, usada numa tentativa de fuga, e uma espingarda com as siglas da facção criminosa esculpidas no cabo da arma de fogo.

A prisão aconteceu por volta das 22h30, após perseguição policial. Segundo o soldado PM Daniel Carvalho, o suspeito foi preso no momento em que passava pela rua. Ele ficou e acelerou a motocicleta, modelo CG 125, cor vermelha, placa OAI-6319, que era roubada. Após ser revistado, os policiais militares encontraram a espingarda de cano serrado, calibre 20, com três munições intactas.

A polícia acredita que Erick seja integrante da FDN e as siglas descritas na arma mostram o poder de fogo da facção. Questionado, Erick confirmou que participa da Família do Norte, e confessou ainda ter participado de diversos homicídios que ocorreram na Zona Leste por conta do tráfico de drogas.

O suspeito foi encaminhado para o 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e foi encaminhado na manhã desta quarta-feira (29) para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.

De acordo com o delegado titular do 9º DIP, Pablo Geovanni, os casos de homicídios serão investigados. O inquérito policial foi encaminhado para o 11º Distrito Integrado de Polícia, delegacia responsável pela área onde aconteceu a prisão.

Testemunhas dos crimes, que apontam indícios de participação de integrantes da FDN, devem ser chamadas para fazer o reconhecimento do suspeito por meio de fotos. Erick deve ser ouvido pela polícia já na unidade prisional.