Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Lixo é combatido com conscientização e Garis da Alegria

 A estratégia é usar a turma para sensibilizar moradores e trabalhadores da área

Lixo é combatido com conscientização e Garis da Alegria

Lixo é combatido com conscientização e Garis da Alegria (Marinho Ramos/SEMCOM)

As lixeiras viciadas, que se formavam em diversas ruas de Manaus, principalmente nas saídas de becos, estão sendo eliminadas por fiscais da Secretaria Municipal de Limpeza Publica (Semulsp) e com a descontração dos “Garis da Alegria”. A estratégia é usar a turma para sensibilizar moradores e trabalhadores da área.

O serviço dos fiscais da limpeza consiste em orientar a população quanto ao horário da passagem do carro coletor e do acondicionamento dos resíduos, enquanto os Garis da Alegria apresentam brincadeiras de humor e performances musicais com canções que ressaltam a importância de não jogar lixo nas ruas ou poluir os igarapés, entre outras lições de cidadania.

O trabalho de combate às lixeiras viciadas da Semulsp ocorre por meio da Comissão Especial de Divulgação e Orientação da Política de Limpeza Pública (Cedolp) e está agora, simultaneamente, em seis locais. Um dos pontos é a Avenida Brasil, no bairro da Compensa, zona Oeste, mais especificamente ao lado do Mini Shopping da Compensa, onde nesta quinta-feira, 16, ocorreu uma ação de conscientização. O local foi escolhido por possuir comerciantes e moradores que jogavam diariamente nas ruas uma grande quantidade de lixo.

O subsecretário da Semulsp, José Rebouças, explicou que a secretaria cumpre sua parte. Uma das ações do órgão é o serviço feito pelo carro coletor, que recolhe o lixo em toda extensão da Avenida Brasil três vezes por dia. “Mas ainda sim fica lixo na rua. Moradores e comerciantes precisam se conscientizar e colocar o lixo apenas próximo do horário que o carro coletor passar no local e, assim, evitar que o resíduo fique exposto por muito tempo e seja revirado por animais”, alerta Rebouças, afirmando que o serviço de conscientização tem rendido bons resultados.

“Estamos orientando sobre o horário da coleta e sobre a forma correta de acondicionamento dos resíduos sólidos. A resposta está sendo muito boa. A população sabe que lixeiras viciadas trazem doenças e a principal prejudicada é a própria população”, completa. 

O coordenador da Cedolp, Waldomiro de Souza Trindade, informou que além da ação realizada na Avenida Brasil, na Compensa, estão ocorrendo ações de combate às lixeiras viciadas na rua Luiz Antony, ao lado do Rio Negro Clube, no Centro; na rua Silva Ramos, em frente à quadra do Colégio Ribeiro da Cunha, também no Centro; na avenida São Jorge, ao lado do edifício Zeferino Ferreira, no São Jorge; e na esquina das ruas Duque de Caxias e Santa Isabel, na Praça 14 de janeiro.

*Com informações da SEMCOM.