Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Mulher é encontrada morta com marcas de violência sexual no Centro de Manaus

Funcionários de um banco que encontraram o corpo após olharem da janela do terceiro andar. Dois homens foram detidos no terreno e podem ter matado a mulher

A mulher estava com as pernas abertas e vestia apenas uma camisa. Ela possuía sangramentos nas partes íntimas

A mulher estava com as pernas abertas e vestia apenas uma camisa. Ela possuía sangramentos nas partes íntimas (Divulgação/Bronca no Ar)

Funcionários de uma agência bancária localizada na rua Ramos Ferreira com a avenida Epaminondas, no Centro de Manaus, ao lado da Praça da Saudade, encontraram o corpo de uma mulher em um terreno baldio que fica ao lado do prédio após olharem pela janela do terceiro andar na manhã desta quarta-feira (26). De acordo com a polícia, a mulher ainda não identificada estava seminua, com sinais de violência e sangramento nas partes íntimas.

Policiais militares da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que fica na mesma quadra do local do crime, foram acionados e conseguiram deter dois homens que estavam no terreno baldio. Segundo eles, os homens prestarão depoimento no 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP) sobre o caso e se constatado a participação dos mesmos no crime, eles responderão por homicídio.

Ainda segundo a polícia, a mulher estava com as pernas abertas e vestia apenas uma camisa. As peças de roupa de baixo estavam ao lado do corpo que apresentava sangramento, além de machucados no pé. O crime possivelmente foi cometido durante a madrugada devido à rigidez do cadáver.

Policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investigam o caso e a perícia do Instituto de Criminalística colheu provas do crime, que serão analisados. O Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção do corpo e aguarda identificação por parte de familiares. Populares não souberam informar se a mulher era moradora de rua ou usuária de drogas da área, mas reclamaram da falta de segurança no local.