Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Mulher que perdeu a perna em acidente segue internada após parada cardiorrespiratória

Maísa Sousa teve uma parada cardiorrespiratória na tarde de quinta-feira (9), mas foi reanimada pelos médicos. motorista também continua internado em estado estável

Maísa segue internada em estado grave na UTI do Hospital 28 de Agosto

Maísa segue internada em estado grave na UTI do Hospital 28 de Agosto (Reprodução/Facebook)

A industriaria Maísa Sousa da Silva, 32, continua internada em estado grave nesta sexta-feira (10), na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, após uma parada cardiorrespiratória na tarde de quinta-feira (9). Ela foi atropelada e teve a perna amputada no último dia 6, pelo autônomo Manoel Pinheiro Neto, 26, em um suposto “racha” na avenida Coronel Teixeira (antiga estrada da Ponta Negra), Zona Oeste de Manaus. 

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam), a paciente sofreu uma parada cardiorrespiratória, mas a equipe médica da unidade de saúde conseguiu fazer a reanimação. O motorista também continua internado no mesmo hospital em estado estável. Os médicos aguardam a melhora do ferimento na perna de Manoel, para realizar uma operação na tíbia.

Prisão motorista

Manoel Pinheiro Neto, que estava dirigindo um veículo modelo Siena, cor vermelha, de placas OAM-3528, foi autuado em flagrante pelos crimes de embriaguez ao volante e tentativa de homicídio. Ele permanece internado na unidade de saúde, mas sob a custódia da Polícia Militar do Amazonas (PMAM).

De acordo com o delegado George Gomes do 8º Distrito Integrado de Polícia (DIP), o processo de investigação sobre o acidente foi encaminhado ao Ministério Público do Estado (MPE).

“Já enviamos o processo e estamos aguardando o resultado do pedido de prisão preventiva do Manoel que está nas mãos do juiz e do promotor”, disse.

Ainda segundo Gomes, uma equipe da delegacia esteve na tarde de quinta-feira (10) acompanhando o estado de saúde da vítima e do suspeito. Manoel deve ser levado para o presídio assim que receber alta do hospital, se o pedido de prisão for aprovado.

Leis de trânsito

A mistura do álcool e direção configura como crime de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Segundo a nova Lei Seca, o motorista que for flagrado sobre o efeito de bebida alcoólica pode pegar uma multa entre R$ 957,70 a R$1.915,40, sendo R$ 3.830,60 para reincidentes. Além de ter o veículo retido pelo Departamento de Trânsito (Detran), suspensão do direito de dirigir pelo período de 12 meses e o recolhimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Para comprovar o estado de embriaguez, as provas aceitas são: teste do bafômetro, vídeos, depoimento policial, declarações das testemunhas ou testes clínicos.