Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Bares, restaurantes e hotéis do Centro de Manaus são autuados pela prefeitura

O caso mais grave foi o de um estabelecimento que não tinha alvará, mas funcionava como uma espécie de hotel e motel

Ambulantes foram orientados pela Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab), a não ocuparem as calçadas

Ambulantes foram orientados pela Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab), a não ocuparem as calçadas (Altemar Alcântara/ Semcom)

Mais de cem servidores municipais de dez secretarias da Prefeitura de Manaus, percorreram neste sábado, 14, as ruas Lobo D'Almada e 24 de Maio, no Centro, na nona edição do projeto Viva Centro, coordenado pela Secretaria Municipal do Centro - SEMC.

Ao contrário da rua Lobo D'Almada, onde o funcionamento dos estabelecimentos comerciais estava, em sua maioria, dentro da normalidade, respeitando o Código de Posturas do Município, foi na rua 24 de Maio onde os fiscais constataram o maior número de irregularidades. O Bar Mangueira (24 de Maio, esquina com Lobo D'Almada), foi lacrado por não possuir autorização para funcionar como bar, durante o dia.

O caso mais grave foi o de um estabelecimento que não tinha alvará, mas funcionava como uma espécie de hotel e motel. O local foi lacrado pela Vigilância Sanitária, por falta de documentação e também pelas condições insalubres das acomodações. Fiscais da Dvisa e Assistentes Sociais da Semc flagraram, em um dos quartos, uma criança de três anos em meio a muita sujeira e forte cheiro de drogas. A criança, uma menina, estava com a mãe e com um homem que não quis se identificar, mas que não era o pai da menor.

 O Conselho Tutelar foi acionado e mãe e filha foram levadas para o Serviço de Atendimento Institucional Emergencial da Prefeitura, de onde seriam levadas para fazer exame de corpo delito e triagem, para posteriormente terem a família localizada.

De acordo com o coordenador do Viva Centro, Fábio Lima, o projeto está encerrando 2013 com um saldo muito positivo. “Hoje, a população já conta com calçadas livres, fachadas de lojas ordenadas e prédios revitalizados e pintados”, afirmou.

Todos os comerciantes das ruas 24 de Maio e Lobo D'Almada foram visitados e orientados na arrumação de suas mercadorias, para que evitem expor produtos nas calçadas e informados sobre como proceder com relação às fachadas dos prédios, evitando a poluição visual. “Os proprietários precisam cumprir as normas do manual de placas municipal. Os fiscais do Implurb fizeram a abordagem para esclarecer sobre tamanho, normas e outras especificações”, disse Fábio Lima.

Ambulantes foram orientados pela Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab), a não ocuparem as calçadas. A Divisão de Vigilância Sanitária (Dvisa), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), fiscalizou bares, lanches, restaurantes, salões de beleza e hotéis, verificando se os estabelecimentos obedecem às regras sanitárias.

Na praça da Matriz, ao lado do Relógio Municipal, foram montadas tendas onde a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) distribuiu mudas de árvores frutíferas e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Assistência Social (Semasdh) fez o cadastro de interessados nos benefícios do Programa Bolsa Família, do Governo Federal.

Agentes da Secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp) auxiliaram na limpeza das vias e a Guarda Civil Metropolitana fez a segurança das equipes. A ação também recebeu reforço da Policia Militar.

*Com informações da assessoria de imprensa