Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Polícia Federal cumpre mandado de desocupação e retira índios da sede da Funai, no Amazonas

A PF cumpre mandado de reintegração de posse expedido há uma semana. Os indígenas não pretendem terminar o movimento e agora se articulam para acampar em frente ao órgão em um protesto pacífico


As lideranças indígenas reivindicam uma melhor assistência aos índios, além da indicação de nomes que podem ocupar o cargo de coordenador da Funai

As lideranças indígenas reivindicam uma melhor assistência aos índios, além da indicação de nomes que podem ocupar o cargo de coordenador da Funai (Érica Melo)

Os indígenas que, há mais de 2 meses ocupavam o prédio da Fundação Nacional do Índio (Funai), localizada na rua Maceió, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus, foram retirados do local na manhã desta quarta-feira (29) por policiais federais, em cumprimento de um mandado de desocupação, do ato de reintegração de posse.

As lideranças indígenas das etnias Munduruku, Mura, Mirãnha, Cambeba, Cokama, Tikuna e Tukano, entre outras, pretendem acampar agora em frente ao órgão, em um protesto pacífico. 

Mais de 60 famílias tem até o 12h desta quarta-feira para deixarem o local. Segundo o cacique da etnia Mura Ney de Souza Pacheco, a decisão do TRF será acatada pelo movimento, mas os índios permanecerão por tempo indeterminado na calçada do órgão.



Desocupação imediata

O pedido de desocupação imediata havia sido solicitado pelo juiz do Tribunal Regional Federal (TRF), Érico Rodrigo Freitas Pinheiro da 1ª Vara Federal, no último dia 21 de janeiro.

Os índios que pertencem ao Movimento Indígena por Uma Vida Melhor (Movimel) haviam solicitado um prazo de 30 dias para o pleno cumprimento do mandado ao Ministério Publico Federal (MPF), porém o pedido foi recusado.

Reivindicações

As lideranças reivindicam uma melhor assistência aos índios, além da indicação do nome do indígena Rosemberg de Souza Branco para ocupar o cargo de coordenador da Funai, já que o atual coordenador desagrada aos manifestantes, principalmente por ele ser não-indígena.

Confira galeria de imagens aqui