Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Proprietário de mercadinho morre após ser baleado por assaltantes na Zona Norte de Manaus

Um policial militar a paisana reagiu e a dupla revidou. O PM levou um tiro de raspão na perna e passa bem

A Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS) já tem informações sobre o autor do homicídio

A Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga o caso (Winnetou Almeida)

O comerciante Antônio Bezerra de Lima, 47, não resistiu após ser baleado por dois disparos durante um assalto ao seu Mercadinho Santa Fé, localizado na rua 21, no Conjunto Amazonino Mendes, bairro Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus, na noite desta segunda-feira (15). Ele estava no estabelecimento comercial quando foi surpreendido por dois homens armados. Eles chegaram atirando e o policial militar à paisana reagiu. O comerciante foi atingido e morreu no Hospital e Pronto-Socorro Dr. Platão Araújo.

Segundo testemunhas, dois homens encapuzados saíram de um veículo roubado, modelo Volkswagen Saveiro, de cor vermelha e placas OAL-6164, e, armados, e ficaram na entrada do mercadinho, por volta das 19h30. Antônio e o soldado PM Daniel Braga, lotado na 13ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que é vizinho do mesmo, estavam na frente do estabelecimento quando a dupla chegou atirando.

O policial sacou a arma e atirou contra os assaltantes, que nervosos revidaram. Dois tiros atingiram Antônio, sendo um no abdômen e outro no tórax, e outro atingiu de raspão a perna do PM.

Os dois saíram correndo do local e entraram no veículo. Os policiais militares da 27ª Cicom foram acionados e, durante a fuga, os infratores colidiram com um Chevrolet Celta, de características não informadas, nas proximidades do local do crime. Eles deixaram o veículo e abordaram o motorista de um Volkswagen Gol preto, de placas HVW-04004. Eles levaram o carro e o abandonaram horas depopis no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste da cidade.

De acordo com a polícia, o policial declarou que estava na frente do estabelecimento comercial com a filha de oito anos e ambos foram ameaçados pela dupla. Temendo pela criança, ele alegou legítima defesa e, por fim, lamentou a morte do proprietário e amigo. Segundo a polícia, nada foi levado das vítimas.

As vítimas foram levadas para a unidade hospitalar, mas Antônio não resistiu e veio morreu na madrugada desta terça-feira (15). O caso foi registrado no 27º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs) investiga o caso.

Além da hipótese de tentativa de roubo seguido de morte, a polícia investiga ainda se o "assalto", na verdade foi uma execução tramada contra o comerciante, por represálias a um assalto na semana passada. Testemunhas informaram que há sete dias, dois homens em uma motocicleta invadiram o mercadinho e roubaram a renda do dia. Durante a fuga, o menor de idade foi capturado e agredido por populares. Ele chegou a ser apreendido e levado a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), mas foi liberado em seguida.

A ação desta vez pode ter sido por vingança a ação frustada na última semana. Até o início desta manhã, nenhum dos suspeitos foram presos. O corpo de Antônio está sendo velado na Igreja Batista Sal da Terra, situada na rua do Comercio, e deve ser enterrado ainda nesta tarde.