Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Quadrilha é presa antes de cometer assalto contra clientes de banco em Manaus

Os suspeitos confessaram que pretendiam praticar roubos contra clientes que fizessem saques de grandes quantias em dinheiro em agência bancária da Cidade Nova

A prisão aconteceu por volta das 16h, durante um patrulhamento de rotina de policiais militares da força tática na avenida Noel Nutels

A prisão aconteceu por volta das 16h, durante um patrulhamento de rotina de policiais militares da força tática na avenida Noel Nutels (Divulgação )

Uma quadrilha especializada em roubo praticado contra clientes de agências bancárias, mais conhecido como “saidinha de banco”, foi presa nesta terça-feira (23), por policiais militares da Força Tática no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. Quatro pessoas foram detidas, entre elas uma mulher, por associação criminosa e falsa identidade.

Foram presos Francisco Elder Pereira Frutuoso, 33, por associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito com numeração raspada; Josué Soriano da Silva, 23, por associação criminosa, uso de documento falso e falsa identidade; João Paulo de Abreu Neto, 53, por associação criminosa e falsa identidade e Brena Raissa Pinheiro Macedo, 20, por associação criminosa.

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o caso foi registrado no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP). A prisão aconteceu por volta das 16h, durante um patrulhamento de rotina de policiais militares da força tática na avenida Noel Nutels.

Os policiais avistaram o veículo, modelo Honda Civic, de cor azul e placas JWQ-4565, em atitude suspeita e resolveram abordar o condutor. João Paulo estava dirigindo o veículo e apresentou um documento falso, onde constava apenas o nome de João Abreu Neto. Após consulta, a polícia descobriu que Josué Soriano da Silva – passageiro do veículo - estava sendo procurado.

Os policiais fizeram uma revista no veículo e nada foi encontrado, mas ao serem questionados João e Josué entraram em contradição. O motorista resolveu entregar o esquema da quadrilha para polícia. Segundo ele, os dois estavam aguardando um posicionamento de Brena e Francisco, que estavam no Bradesco da Cidade Nova e passariam informações sobre possíveis vítimas.

A guarnição foi até a agência e ainda no caminho, João recebeu uma mensagem da suspeita dizendo que dois policiais haviam entrado no local, mas que a situação estava controlada. Os policiais fizeram a abordagem aos outros dois suspeitos e Francisco confessou que escondia uma arma de fogo no aparelho de som do veículo. O objeto foi encontrado e todos foram levados para a delegacia.

Em depoimento João afirmou que receberia R$ 500 para dar fuga a quadrilha. Os suspeitos confessaram que pretendiam praticar roubos contra clientes que fizessem saques de grandes quantias em dinheiro. Eles foram encaminhados para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa.