Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Rapaz sai de madrugada para pegar encomenda de droga no bairro Coroado e acaba no xadrez

Anderson foi pego com uma sacola preta recheada de 50 trouxinhas de pasta base de cocaína

Anderson foi pego com uma sacola preta recheada de 50 trouxinhas de pasta base de cocaína

Anderson foi pego com uma sacola preta recheada de 50 trouxinhas de pasta base de cocaína (VInicius Leal)

Perambulando por volta das 4h da madrugada desta sexta-feira (17) pelas ruas do bairro Coroado 3, na Zona Oeste de Manaus, Anderson Santos Martins, 20, acabou preso. Já respondendo a processo por tráfico de drogas na Justiça do Amazonas, ele foi pego em flagrante novamente pelo mesmo crime. Anderson foi pego com uma sacola preta recheada de 50 trouxinhas de pasta base de cocaína.

A prisão ocorreu na rua João Valter. Uma equipe da 11 Companhia Interativa Comunitária (Cicom) passava na área e recebeu denúncia de trafico de drogas. Os policiais avistaram várias pessoas reunidas no local, que fugiram em disparada ao avistarem a viatura. Anderson ainda tentou se esconder da polícia dentro de um ferro velho, atrás de uma sucata de carro Pampa vermelho, ainda na rua João Valter, mas não obteve êxito.

Anderson foi revistado e levado para o 9 Distrito Integrado de Polícia (DIP). Em depoimento ele confessou que a droga era dele e que havia acabado de sair de casa para pegar uma encomenda com as 50 trouxinhas. Anderson falou que um homem conhecido como "Branco", que abastece o Coroado, repassou o material, mas que não sabia o paradeiro dele.

Anderson disse que é usuário de drogas e que foi liberado há três meses do Centro de Detenção Provisória (CDP), onde estava preso pelo crime de tráfico. Anderson afirmou à reportagem que estava arrependido. Ele tem um filho de um ano. Após ser autuado por tráfico, Anderson será encaminhado à Cadeia Publica Raimundo Vidal Pessoa.