Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Soldador é morto com quatro tiros durante uma partida de futebol no CDC da Redenção

Alguns moradores falaram à polícia que a vítima era usuária de drogas e que possivelmente foi morta porque estaria com dívidas com traficantes da área

O homicídio aconteceu por volta das 17h30 e a vítima foi a óbito no local

O homicídio aconteceu por volta das 17h30 e a vítima foi a óbito no local (Divulgação )

O soldador Francisvaldo Rodrigues Brito, 22, morreu após ser alvejado com quatro tiros no peito e nas costas enquanto assistia uma partida de futebol no campo do Centro de Desenvolvimento Comunitário (CDC) do bairro Redenção, localizado na rua Carauari, na Zona Centro-Oeste de Manaus, no último sábado. A vítima bebia e conversava com amigos enquanto assistia a um jogo e foi surpreendida por um grupo de quatro homens que chegaram a pé e efetuaram cerca de nove disparos contra ele.

O homicídio aconteceu por volta das 17h30 e a vítima foi a óbito no local, antes mesmo de ser socorrida e levada a um hospital. Policiais militares da 17ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) atenderam a ocorrência. Segundo eles, os quatro infratores envolvidos na morte de Francisvaldo já estariam ao lado da vítima dentro do campo do CDC, onde acontecia um evento de futebol do bairro, esperando uma oportunidade para assassinar Francisvaldo.

Alguns moradores falaram à polícia que a vítima era usuária de drogas e que possivelmente foi morta porque estaria com dívidas com traficantes da área. Policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que estão investigando o caso, confirmaram as suspeitas de que o crime teria relação com o tráfico de entorpecentes e que o assassinato seria um “acerto de contas”. Os quatro homens envolvidos no homicídio conseguiram fugir e estão sendo procurados pela polícia.

Outras três mortes

Mais três homicídios foram registrados no fim de semana. O estudante Leonardo da Silva Gama, 19, foi alvejado e morto na rua Jaime Rabelo, bairro Japiimlândia, na Zona Sul de Manaus, no sábado.

Já o mecânico John Lenon Rabelo Rodrigues, 25, foi morto com um tiro e jogado em um barranco atrás da casa dele na sexta, no Jardim Mauá, bairro Mauazinho, Zona Leste. O cunhado dele, de 17 anos, fugiu e teria cometido o crime por uma desavença. O autônomo Alexsandro Souza da Silva, 20, também foi morto, com cinco tiros disparados por três traficantes em uma moto, na sexta, no bairro Grande Vitória. O trio fugiu sem pistas.