Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Suspeito de homicídio é preso no PAC Compensa tentando tirar identidade falsa

Francisco Carlos Neves de Araújo era investigado pelo homicídio do primo quando parou de comparecer às audiências e teve a prisão preventiva decretada. Ele é suspeito de falsidade ideológica e já cumprira pena anteriormente

Suspeito tentava tirar identidade no nome do irmão

Suspeito tentava tirar identidade no nome do irmão (Jaíze Alencar)

Família, homicídio e múltiplas identidades: uma trama que em muito lembra os thrillers de espionagem resultou na prisão de Francisco Carlos Neves de Araújo, de 37 anos, na tarde desta quinta-feira (10) em Manaus.

Francisco era procurado devido a investigações do homicídio de seu primo, Ozemir Araújo da Silva. Quando ele deixou de comparecer às audiências, foi expedido mandado de prisão preventiva almejando sua captura. O mandado, porém, foi emitido em nome de Carlos Araújo da Silva, um nome falso que Francisco usava com frequência.

Francisco também já teria passagem pelo sistema prisional com outro nome, tendo cumprido pena sob a alcunha de Francisco Carlos Araújo da Silva.

Sua prisão foi efetuada no Pronto Atendimento ao Cidadão da Compensa, localizado na Avenida Brasil, Zona Oeste da cidade, ante as denúncias anônimas de que o suspeito estaria no local, tentando obter outra identidade falsa, desta vez com o nome do irmão dele, Agneli Araújo da Silva.

Ele foi encaminhado ao 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde teve seu nome verdadeiro descoberto, sendo posteriormente conduzido à Cadeia Pública. Ele responderá por falsidade ideológica e continuará sendo investigado pelo homicídio de Ozemir.

*Com informações da repórter Jaíze Alencar.