Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Suspeitos de matarem rivais e comandarem tráfico na Zona Leste são presos

Os três são considerados bandidos de alta periculosidade pela força de segurança. "Calanguinho", "Ney" e "Leno" foram presos na Colônia Antônio Aleixo

Eles são suspeitos de mandarem matar rivais por domínio do tráfico de drogas no bairro

Eles são suspeitos de mandarem matar rivais por domínio do tráfico de drogas no bairro (Divulgação )

Suspeitos de participação no tráfico de drogas no bairro Colônia Antônio Aleixo, na Zona Leste da capital, Reginaldo Nogueira dos Santos, 22, o “Calanguinho”, Lucinei Augusto Pacheco, 24, o “Ney”, e Edileno Oliveira do Carmo, 25, O “Leno”, foram presos no final da tarde de quinta (10) por policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Os três são considerados bandidos de alta periculosidade pela força de segurança. Eles são suspeitos de mandarem matar rivais por domínio do tráfico de drogas no bairro. No momento da abordagem, que aconteceu na Rua 13, na Colônia Antonio Aleixo, eles chegaram a empreender fuga, mas foram presos após perseguição policial.

Durante a prisão, familiares dos presos reclamaram da abordagem da polícia e, desconfiados do que os policiais poderiam fazer, seguiram as viaturas da Dehs. “Seguimos eles em um carro Palio e três motos. Eles (polícia) estavam em uma S-10, um Voyage e um Clio”, disse um amigo de Reginaldo, de 21 anos, que não se identificou com medo de represálias.

De acordo com os familiares de Reginaldo, os investigadores da DEHS desviaram o caminho para despistá-los. “A intenção deles era nos separar. Eles faziam de tudo para pararmos de segui-los. Inclusive, eles colocaram a arma deles para fora da janela, e apontando para cima da gente”, reclamou a ex-mulher de Reginaldo, 20, que não quis se identificar.

“A gente seguiu e, na Grande Circular (avenida Autaz Mirim), eles pararam a ex-mulher do Reginaldo, que estava moto. Eles mandaram ela descer e perguntaram porque ela os seguia”, disse outra amiga de Reginaldo, de 33 anos, que não se identificou. “Na frente da delegacia, eles agrediram (os presos) e quando a irmã dele foi pegar o celular para filmar, eles tomaram o aparelho”.

Segundo o delegado Paulo Martins, “Calaguinho” é apontado como responsável por vários assassinatos na Zona Leste. Ele tem dois mandados de prisão expedidos pela 3ª Vara Criminal e Pela I Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). “Ney” responde por roubo e “Leno” é irmão do traficante Leno Oliveira do Carmo, preso no ultimo dia 06 de março e também estava sendo procurado pela polícia.

*Colaborou o repórter Vinicius Leal