Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Taxista escapa de cativeiro após ser agredido e amarrado na ZL

O taxista foi abordado para uma corrida em frente a uma casa noturna, no Jorge Teixeira, por duas mulheres. Ele foi levado para o cativeiro, onde foi torturado e amarrado

O táxi abandonado foi encontrado por policiais da 11ª Cicom no bairro do Coroado, Zona Leste

O táxi abandonado foi encontrado por policiais da 11ª Cicom no bairro do Coroado, Zona Leste (Divulgação )

O taxista Stanley Campos da Silva, 18, foi assaltado e mantido como refém desde a madrugada desta sexta-feira (10), por quatro suspeitos em uma quitinete localizada na rua Paraguaçú, bairro São José dos Campos, Zona Leste de Manaus. A vítima foi espancada, amarrada e conseguiu fugir do local no inicio desta tarde, após o bando sair com o veículo.

De acordo com o tenente Paulo da 11ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o taxista estava passando em frente a uma casa noturna, situada no bairro do Jorge Teixeira, na mesma Zona, quando foi parado por duas mulheres por volta das 4h. Assim que as mulheres entraram no veículo, a vítima informou que mais dois homens sentaram no banco de trás e anunciaram o assalto.

No cativeiro, Stanley foi amarrado e torturado pela quadrilha. Nesta manhã, os suspeitos saíram da quitinete e o mesmo conseguiu desamarrar a corda e fugir do local. A vítima que apresentavam ferimentos e cortes pelo corpo acionou os policiais militares da 9ª Cicom. Ele foi levado para o Hospital e Pronto Socorro Dr. João Lúcio, onde recebeu atendimento médico.

De acordo com a polícia, as viaturas policiais foram até o cativeiro, porém os suspeitos não foram encontrados. Todas as viaturas foram acionadas, por meio do rádio da polícia e iniciaram as buscas. O táxi, modelo Idea, de placas JXP-1534 foi encontrado abandonado na rua Nova Esperança, bairro Coroado 3, no começo da tarde.

Ainda segundo o tenente, possivelmente o objetivo da quadrilha era usar o veículo fazer assaltos na cidade. A polícia continua as buscas para prender a quadrilha. Há informações que após abandonarem o veículo, o bando tenha fugido em um Meriva bege. O caso foi registrado no 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP).