Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Trecho da BR-174 cede e rodovia é interditada pela PRF

A polícia aguarda que engenheiros do DNIT façam uma avaliação sobre o desmoronamento e assim será decidido se ocorrerá a interdição total da rodovia

Foliões que foram curtir o Carnachoeira, que pretendiam voltar para a capital neste domingo, estão presos do outro lado da rodovia

Foliões que foram curtir o Carnachoeira, que pretendiam voltar para a capital neste domingo, estão presos do outro lado da rodovia (Bruno Kelly)

Um trecho localizado no KM 57 da BR-174 (estrada federal que liga Manaus a Boa Vista) cedeu após a forte chuva deste domingo (2) e a rodovia foi interditada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Carros e ônibus estão parados dos dois lados da via após serem proibidos de passar devido ao risco de desabamento de umas faixas. Apenas pedestres conseguem fazer a travessia, mesmo assim sob risco.

De acordo com a polícia, o trecho da rodovia já apresentava rachaduras desde a semana passada e cedeu após a chuva que cai desde sábado (1º). Os policiais rodoviários orientam os motoristas a retornarem para Manaus ou ao município de Presidente Figueiredo até que o caso seja solucionado.

A polícia aguarda que engenheiros do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) façam uma avaliação sobre o desmoronamento e para só então decidirem se a interdição total da rodovia é necessária.

Um ônibus que pertence à empresa de mineração Taboca, com aproximadamente 30 passageiros, está entre os veículos parados do outro lado da rodovia, que vinha do município do Pitinga (localizado a 320 quilômetros da capital amazonense) para Manaus.

Os passageiros mostraram-se preocupados e declararam para a equipe de A Crítica que não sabem o que fazer porque já estão sem água e alimentos.

Foliões isolados

Foliões que foram curtir o Carnachoeira em Presidente Figueiredo (distante a 117 km de Manaus), e que pretendiam voltar para a capital neste domingo, estão presos do outro lado da rodovia.

Os motoristas que também não conseguiram ir para o município acreditam que a festa - que começou no dia 1º e vai até a terça-feira (4) de Carnaval - pode ficar prejudicada, já que pessoas que pretendiam visitar a cidade não poderão atravessar o trecho. 

*Com informações da repórter Ana Célia Ossame de A Crítica