Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Trio é baleado dentro de prédio abandonado na Zona Sul

Dois homens não identificados entraram no local, onde funcionava uma escola, e atiraram contra as vítimas. Elas foram socorridas para o HPS 28 de Agosto

Vítima chegou no 28 de Agosto com a ajuda de populares

As vítimas deram entrada no HPS 28 de Agosto durante a madrugada (Antônia Lima)

Três pessoas ficaram feridas na madrugada desta quinta-feira (5) após serem atingidas por tiros disparados por dois homens que invadiram um prédio abandonado, localizado na rua Walter Rayol, bairro Presidente Vargas, na Zona Sul de Manaus. O local é frequentemente utilizado por usuários de drogas, segundo a polícia.

Uma moradora do bairro, que preferiu não se identificar, informou que ouviu tiros por volta de 1h. Segundo ela, dois homens foram vistos entrado no prédio – onde funcionava uma escola anos atrás. Alguns minutos depois dos disparos, a dupla foi vista novamente, saindo do local e entrando em um veículo de cor prata, de modelo e placas não identificadas.

As vítimas, identificadas como Arthur Paulo, 20; Gisele Souza Barbosa, 20; e Marcos Gomes, 18, foram atingidas pelos tiros. O primeiro foi atingido  na cabeça, a segunda no tórax e o último com dois tiros, um na perna e outro nas costas.

Policiais militares da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados e fizeram diligências na área, mas ninguém foi preso. Gisele foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados ao Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto. Já Arthur e Marcos foram encaminhados para o HPS Dr. João Lúcio.

A polícia investiga o caso e acredita que as vítimas possivelmente estavam marcadas para morrer e foram baleadas por vingança ou por envolvimento com o tráfico de drogas. De acordo com a assessoria de imprensa do HPs 28 de Agosto, Gisele passou por cirúrgia e está estável, já na enfermaria da unidade hospitalar. As condições das duas outras vítimas ainda não foram divulgados.