Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Representantes acertam os últimos ajustes para o Festival Folclórico do Amazonas

Órgãos públicos do Estado e PMM acertaram o que cada um  fará nos dias do maior e mais tradicional ‘arraial’ do Amazonas

Representantes dos órgãos públicos envolvidos na organização do evento garantem que está tudo pronto para a festa

Representantes dos órgãos públicos envolvidos na organização do evento garantem que está tudo pronto para a festa (Antônio Menezes )

O 58° Festival Folclórico do Amazonas começa sexta-feira, no Centro Cultural Povos da Amazônia (CCPA), com a participação de mais de 100 grupos folclóricos de Manaus. Ontem, diversos órgãos do Governo do Estado e da Prefeitura de Manaus acertaram os últimos detalhes da logística operacional necessária para a boa realização do evento, o mais antigo do gênero do Estado

O público poderá assistir grupos de percussão e quadrilhas, danças internacionais, bois-bumbás e danças tribais durante o festival que terá apresentações até o dia 15 de setembro. O evento é organizado pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC)  e Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), que investiram mais de R$ 2 milhões com gastos em  som, palco, iluminação e segurança privada.

Além das atrações artísticas, o festival vai contar com uma praça de alimentação com 30 barracas mantidas por  instituições sem fins lucrativos e que desenvolvem ações de assistência social no Estado. A arrecadação com a venda de alimentos durante o Festival, será revertida às instituições. De acordo com a Secretária de Estado da Assistência Social e Cidadania), Graça Prola, os representantes dessas instituições receberão apoio do Estado, mas ficarão responsáveis pela preparação dos pratos e venda das bebidas. “Esta é uma oportunidade ideal para que elas captem recursos e possam dar continuidade aos  projetos delas”, explicou. Todas as instituições estavam previamente cadastradas na SEC. De acordo com o Secretário de Cultura do Estado, Robério Braga, a participação das instituições filantrópicas é reflexo do crescimento da festa, a mais tradicional do Estado. “Estamos organizando o maior festival de todos os tempos. A ajuda às instituições filantrópicas é mais uma maneira de fazer com que o público tenha participação ativa na festa. Agora, além de assistir lindas apresentações, os frequentadores poderão ajudar quem realmente precisa”, disse.

Ajustes finais

Na reunião realizada ontem com todos os órgãos envolvidos na logística operacional foram esclarecidos pontos como horário de ônibus, perímetro de segurança, pontos de atendimento à saúde e atuação do corpo de bombeiros. “Esse reunião é apenas para ultimar os preparativos com os órgãos parceiros que estão acostumados com a realização do festival, que estão com as suas operações programadas como todos os anos. E hoje foi somente para ajustar algumas coisas”, disse a Secretária executiva de Cultura, Elizabeth Cantanhede.

Além da SEC e Manauscult, participaram do encontro de ontem  representantes do Instituto Municipal de Fiscalização e Engenharia de Trânsito (Manaustrans),  Secretária de Limpeza Pública (Semulsp), Policia Militar, Corpo de Bombeiros e Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU).