Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Universidade Aberta da Terceira Idade abre o semestre letivo

Instituição ligada a UEA deu início, ontem, as aulas de quatro novos cursos, oferecidos no Centro Padre Pedro Vignola

Diretor da Unati, Euler Ribeiro disse que a procura pelos cursos está crescendo

Diretor da Unati, Euler Ribeiro disse que a procura pelos cursos está crescendo (Antônio Menezes)

Saudável, de bem com a vida e sempre em busca da felicidade. É dessa forma que a aposentada Deusanira Santa Cruz Castilho, 73, se define depois de ingressar na Universidade Aberta da Terceira Idade (Unati), que há sete anos oferece diversas atividades para os idosos em busca de  qualidade de vida.

A aposentada  participa de aulas de dança, música e teatro e conta que nunca imaginou que envelheceria tão ativa e com tantas oportunidades de viver bem. “Minha mãe só cuidava da casa e pensei que envelheceria fazendo o mesmo que ela”, disse a aposentada.

Ela não tem problemas de pressão arterial, diabetes e isso é motivo de orgulho porque significa que as aulas na universidade só lhe fazem bem.  Ainda segundo Deusanira, os filhos são  os principais incentivadores e fazem de tudo para que a mãe não perca nenhuma das aulas oferecidas nos cursos.

Buscando ampliar as atividades, foi realizado, ontem, a aula inaugural de quatro cursos oferecidos no Centro de Convivência da Familia Padre Pedro Vignola, localizado no bairro Cidade Nova, Zona Norte. De acordo com o diretor da Unati, Euler Ribeiro, na unidade foram disponibilizados 120 vagas para os curso de pilates, musicoterapia, exercitando o equilíbrio e qigong (exercício que visa influenciar a circulação do sopro vital no corpo humano). Além da parceria com o centro de convivência da Cidade Nova, os cursos da universidade são oferecidos no centro de convivência dos bairros Santo Antônio, Aparecida e na faculdade de direito da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), no bairro Cachoeirinha. 

Atualmente, a Unati atende dois mil alunos divididos em 30 modalidades e, segundo  Euler Ribeiro, a intenção é ampliar ainda mais a oferta de vagas. “A procura é grande e nós abrimos as matrículas a partir de 50 anos, o que fez aumentar ainda mais a demanda”, explicou Euler.

Para Ele, a grande procura pelos cursos demonstra o quanto os idosos estão em busca do conhecimento  e que não há idade para aprender coisas novas. “Muitos alunos procuram fazer cursos de idiomas e eles são tão dedicados que alguns até foram escolhidos para serem voluntários durante a Copa do Mundo”, contou o diretor.

Mova-se

De acordo com Euler Ribeiro para envelher com qualidade é preciso praticar atividades físicas, ter cuidados especiais com a saúde (fazer exames e acompanhamento médico), buscar alimentação balanceada e sempre ocupar o tempo com atividades e cursos.