Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Manaus recebe mais dez profissionais do programa “Mais Médicos”

Ainda no mês de fevereiro, o município de Manaus receberá mais dois grupos de profissionais do “Mais Médicos”

Ministério da Saúde lança quarto edital do Programa Mais Médicos

Juntamente com a ampliação do número de médicos nas áreas onde não há cobertura da Estratégia Saúde da Família, a Semsa tem ampliado o acesso a medicamentos e estabelecendo (Euzivaldo Queiroz)

O município de Manaus irá receber na próxima segunda-feira (03), mais dez profissionais do programa federal “Mais Médicos”. Eles vão integrar o grupo de 33 profissionais do programa, sendo 14 brasileiros e 19 estrangeiros, que já atua em Manaus.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, disse que esse novo grupo de profissionais é formado por médicos brasileiros com registro no Conselho Regional de Medicina (CRM). “A maior parte desses médicos é composta de profissionais amazonenses que se formaram recentemente na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) ou na Universidade do Estado do Amazonas (UEA)”.

Os dez médicos devem apresentar a documentação oficial na segunda-feira, dia 03, na Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), e nos dias 04 e 05 de fevereiro irão participar de capacitação abordando a Atenção Primária em Saúde, com informações sobre a Rede de Atenção em Saúde; Estratégia Saúde da Família como reordenadora do modelo de atenção; Processo de Trabalho; Estratégia Saúde da Família: demanda programada e demanda espontânea; além de Cuidado Continuado e Vigilância em Saúde (dados epidemiológicos e sanitários). A partir do dia 06, estes médicos já deverão estar atuando nas Unidades de Saúde.

Ainda no mês de fevereiro, o município de Manaus receberá mais dois grupos de profissionais do “Mais Médicos”. O primeiro irá se apresentar no dia 20, sendo formado por médicos estrangeiros ou brasileiros com diplomas emitidos em cursos de medicina de outros países. No dia 26, a previsão é para que ocorra a apresentação de um novo grupo de médicos cubanos.

“A Semsa solicitou nesta terceira chamada do programa um total de 35 profissionais. Porém, como a Prefeitura de Manaus pretende inaugurar 17 novas Unidades de Saúde ainda neste semestre, sendo duas delas com duas equipes da Estratégia Saúde da Família, provavelmente faremos uma nova chamada ainda em abril para mais 20 médicos. Assim, será possível atingir a  meta de aumentar em 10%, ainda este ano, a cobertura de atendimento da população que ainda não tem acesso ao modelo de atenção da Estratégia Saúde da Família”, explicou Melo.

Juntamente com a ampliação do número de médicos nas áreas onde não há cobertura da Estratégia Saúde da Família, a Semsa tem ampliado o acesso a medicamentos e estabelecendo ações para acelerar a realização e a emissão dos resultados dos exames laboratoriais. O objetivo é aumentar o nível de resolutividade dos serviços na Atenção Primária.

Atuação

O município de Manaus conta hoje com 33 profissionais do “Mais Médicos”, que atuam exclusivamente nas Unidades Básicas de Saúde da Família, atendendo, cada um, cerca de quatro mil pessoas. É o caso do médico cubano Yunio Yero, formado em medicina há 10 anos e que atua na Unidade Básica de Saúde da Família – Norte 56, localizada no bairro Lago Azul, KM 02 da AM – 010 (Manaus-Itacoatiara).

Atuando há dois meses em Manaus, Yunio Yero assumiu o cargo na UBS – N 56 porque o médico anterior morava muito longe da comunidade e queria ser transferido para outra UBS mais próxima da residência. Na unidade, Yunio Yero tem atendido principalmente pacientes portadores de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão, e pacientes que sofrem com o alcoolismo e o tabagismo. No caso das crianças, os principais problemas são as doenças respiratórias e parasitárias.

“A receptividade da população, da equipe da UBS e das instituições de saúde têm sido muito boa. A população é humilde, mas muito disciplinada e educada, e não temos tido dificuldade de comunicação nas consultas médicas. No final, sempre gosto de perguntar de entenderam tudo e, se for o caso, explico novamente. Algumas pessoas reclamam que o tempo de duração da consulta médica é um pouco longo, mas eu gosto de avaliar o paciente de forma mais completa possível”, disse o médico.