Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Governador diz que Nicolau "terá muitos problemas" se for condenado pela justiça

Apesar de não significar que Ricardo Nicolau será condenado, Omar Aziz (PSD) afirmou que foi um “passo grande” (contra Nicolau) a Justiça aceitar a denúncia feita pelo Ministério Público contra o colega de partido

Governador Omar Aziz comentou polêmicas

A legenda é dirigida no Amazonas pelo governador. “Se não provar (inocência), acabará sendo condenado (LUIZ VASCONCELOS/ACRÍTICA)

O governador Omar Aziz (PSD) afirmou, nesta quarta-feira (22), que se o ex-presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), deputado estadual Ricardo Nicolau (PSD), for condenado, o parlamentar terá “muitos problemas” dentro do PSD. A legenda é dirigida no Amazonas pelo governador. “Se não provar (inocência), acabará sendo condenado. Sendo condenado, ele terá muitos problemas”, declarou Oma Aziz, nesta quarta-feira, durante visita à obra da Arena da Amazônia.

Por 14 votos a favor e três contra, a denúncia de superfaturamento de R$ 5,5 milhões nas obras do edifício-garagem da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), na gestão do deputado Ricardo Nicolau, foi recebida pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) na sessão dessa terça-feira (21) da corte. A decisão acontece na semana em que uma equipe do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) faz correição na Justiça estadual. O edifício-garagem teve custo total de R$ 26,3 milhões.

Apesar de não significar que Ricardo Nicolau será condenado, Omar Aziz afirmou que foi um “passo grande” (contra Nicolau) a Justiça aceitar a denúncia feita pelo Ministério Público contra o colega de partido. “Havendo o julgamento, nós tomaremos uma decisão. Enquanto isso, só foi acatada a denúncia. Nem foi condenado, nem foi absolvido. Mas é um passo grande. Porque (o TJ-AM) poderia não ter recebido, mas recebeu”, disse Omar Aziz.