Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Três funcionários da Petrobrás ficam feridos em incêndio na refinaria de Manaus

O acidente de trabalho aconteceu na noite de domingo, por volta das 22h, durante o processo de parada do setor para a realização da manutenção

O fogo aconteceu na Unidade de Craqueamento catalítico (UFCC) da Refinaria de Manaus( Remam) durante o proecedimento de parada para manutenção

O fogo aconteceu na Unidade de Craqueamento catalítico (UFCC) da Refinaria de Manaus( Remam) durante o proecedimento de parada para manutenção (Euzivaldo Queiroz)

Três funcionários da Petrobrás ficaram feridos durante um incêndio causado por uma pequena explosão na Unidade de Craqueamento catalítico (UFCC) da Refinaria Isaac Sabbá em Manaus (Reman) na noite deste domingo (1), durante uma parada para manutenção. Todos tiveram partes do corpo queimadas e dois deles permanecem internados no Hospital Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul de Manaus.

De acordo com o coordenador geral do Sindicato dos Petroleiros do Estado do Amazonas (Sindipetro-Am), Acácio Carneiro, o acidente de trabalho aconteceu por volta das 22h durante o processo de parada do setor para a realização da manutenção. Ainda segundo ele, possivelmente a combustão tenha acontecido após o rompimento de uma mangueira, utilizada no processo de refino de petróleo, que aqueceu e inflamou.

Os técnicos de operações Hideki Konasugawa e Igo Luís Martins foram atingidos pelas chamas e tiveram 34% e 23% dos corpos queimados, respectivamente, e foram encaminhados para o setor de queimaduras do HPS 28 de Agosto. O supervisor José Alberto Lima dos Santos também ficou ferido, mas foi liberado pela equipe médica. O mesmo foi encaminhado pela Petrobrás nesta segunda-feira (2) ao Hospital Adventista de Manaus para realizar uma avaliação com um cirurgião plástico, segundo Acácio.

Ainda segundo o coordenador do Sindipetro, uma equipe do órgão vai até a refinaria para indicar uma comissão que ficará responsável pela apuração do acidente e conversar com a diretoria sobre o sindicato não ter sido informado sobre o fato oficialmente.

“Quando acontece qualquer procedimento ou sinistro, é obrigação dos representantes da refinaria avisar o sindicato, para que as medidas cabíveis sejam feitas. Ficamos sabendo por diretores que estavam no local da hora do fato e por funcionários que ligaram avisando. Vamos promover a reunião com a gestão da refinaria e a elaboração de um documento de repúdio sobre o caso para a Federação Única dos Petroleiros”, declarou.

A equipe de reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do HPS 28 de Agosto, que se comprometeu em enviar informações sobre o estado de saúde de Hideki e Igo até o fim desta manhã.