Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Operário se acidenta gravemente em obra da Arena Amazônia

O local passaria por uma inspeção comandada pelo governador Omar Aziz, às 9h desta sexta, que foi cancelada. O funcionário português, de uma empresa terceirizada, está internado e seu quadro de saúde é estável

Acidente ocorreu na área entre a Arena e o Sambódromo, quando a vítima foi atingida na cabeça durante desmonte de guindaste

Acidente ocorreu na área entre a Arena e o Sambódromo, quando a vítima foi atingida na cabeça durante desmonte de guindaste (Divulgação/Patrulha da Cidade)

O operário português Antônio José Pita Martins, 55, que trabalha nas obras da Arena da Amazônia Vivaldo Lima - localizada na avenida Constantino Nery, Zona Centro-Oeste de Manaus -, sofreu um acidente de trabalho no início da manhã desta sexta-feira (7). Apesar da gravidade do incidente, seu quadro de saúde segue estável.

Martins foi atingido na cabeça por parte da estrutura de um guindaste. O equipamento, responsável pela implantação da membrana exterior da estrutura metálica, estava sendo desmontando com ajuda da vítima em uma área entre a Arena e o Centro de Convenções (Sambódromo).


Samu atendeu nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (Foto: Divulgação/Patrulha da Cidade)

De acordo com a assessoria de imprensa da Andrade Gutierrez S/A, construtora à frente da obra, o funcionário pertence à empresa terceirizada Martifer, responsável pela estrutura metálica da Arena.

O operário foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) no canteiro de obras e foi transferido para o Hospital Pronto-Socorro João Lúcio, localizado na Zona Leste da capital.

Visita cancelada

Coordenador da Unidade Gestora da Copa (UGP Copa), Miguel Capobiango chegou no canteiro de obras por volta das 9h desta sexta para apurar o ocorrido.

O local passaria, ainda na manhã desta sexta-feira, por uma inspeção comandada pelo governador Omar Aziz, junto com vereadores e deputados estaduais. A visita foi cancelada.

O representante do Sindicato da Construção Civil, Francisco Sarmento da Silva, foi impedido de entrar no canteiro de obras do estádio multiuso, que será palco de quatro jogos durante a Copa do Mundo da Fifa, que começa em junho deste ano.

Representante de Sindicato foi impedido de entrar no canteiro de obras (Foto: Euzivaldo Queiroz) 

Ricardo Botelho, presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil Pesada (Sindap/AM), informou que Martins era responsável por operar o guindaste e era um dos trabalhadores mais experientes na obra. Ele estava na fase final do desmonte do guindaste principal e ninguém sabe ao certo o que ocorreu.

Informações extra-oficiais dão conta de que outros dois operários passaram mal e também foram atendidos pelo Samu.

Dois operários também sofreram acidente de trabalho na Arena da Amazônia, mas morreram por conta dos graves ferimentos.

Cirurgia

Antônio José Pita Martins, 55, está internado no Hospital Pronto Socorro João Lúcio, onde passa por cirurgia. Representantes da UGP Copa e das empresas Andrade Gutierrez e a Martifer, estão no local, onde aguardam notícias sobre a evolução do estado de saúde do operário.

Por meio de nota, a assessoria de comunicação da construtora Andrade Gutierrez sustenta que o guindaste no qual Antônio trabalhava, estava desativado desde o dia 11 de janeiro. E que está prestando o apoio necessário ao funcionário, “além de acompanhar a pericia para apurar o ocorrido”, finaliza o documento.