Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Manaus é a 23ª em Índice de Progresso Social (IPS) entre 772 cidades do Norte

Uma pesquisa inédita realizada pelo Imazon avaliou índice no Norte e revelou que Região tem índice abaixo da média nacional

Ao menos 28 pontos de iluminação pública estavam acesos, ontem, durante o dia, na avenida Max Teixeira, Zona Norte

O IPS Amazônia representa o diagnóstico detalhado do progresso social e ambiental de 772 municípios da região e de nove estados (Erica Melo)

Uma pesquisa inédita realizada pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) revelou que Manaus ocupa a 23ª colocação entre 772 municípios da Região Norte, além do Tocantins e Maranhão, no ranking que mediu o Índice de Progresso Social (IPS) da Amazônia. Manaus apresentou IPS de 66.55, sendo a cidade do Amazonas com a melhor classificação na pesquisa. O Amazonas, com seus 62 municípios, obteve desempenho de 54,92, enquanto o Pará, com 144 municípios, teve IPS de 55.40.

As três melhores colocadas foram Palmas (IPS 71.86), em primeiro lugar, Barra das Garças (70.77), em Mato Grosso, e Cuiabá (70.44). Belém, no Estado vizinho do Pará, ficou em 4ª na classificação com IPS de 70.2. De acordo com o Imazon, o IPS Amazônia representa o diagnóstico detalhado do progresso social e ambiental de 772 municípios da região e de nove estados.

No geral, a pesquisa revelou que o IPS médio da Amazônia, de 57,31, é inferior à média nacional, de 67,73, o que, comparado com o restante do Brasil, coloca a Região com resultados inferiores para todas as dimensões em quase todos os componentes do IPS. Dos 772 municípios, 98,5% apresentaram um IPS menor que a média do Brasil, que está na 46ª posição em um ranking mundial de 132 países, conforme a última edição do estudo IPS global, lançado em abril, na qual os líderes Nova Zelândia, Suíça e Islândia obtiveram média superior a 88 IPS.

Metodologia

A metodologia da pesquisa considerou as “Necessidades Humanas Básicas”, “Fundamentos para o Bem-Estar” e “Oportunidades” como dimensões para nortear o levantamento. Manaus teve melhor desempenho no item “Necessidades Humanas Básicas”, com média de 70.87, seguido de “Fundamentos para o bem-estar”, com 65.97 e, por último, “Oportunidades”, com 62.82 IPS. 

Em cada dimensão foram observados subitens que receberam um cartão com as cores verde (relativamente forte), amarelo (relativamente neutro) e vermelho (relativamente fraco). Eles representam o melhor, médio e pior desempenho na classificação. A melhor pontuação em verde foi para o item “Nutrição e Cuidados Médicos Básicos”, com 83.50, item que está inserido em “Necessidades humanas básicas”, enquanto “Segurança Pessoal”, inserido no mesmo item, recebeu cartão vermelho, expondo o pior desempenho, com 32,30. Nele estão inseridos homicídio gerais e assassinatos de jovens.