Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Manaustrans multa 16 veículos pesados no primeiro dia de fiscalização na av. Djalma Batista

Veículos acima de 8 toneladas estão proibidos de circular no horário de 6h às 9h e de 17h às 20h (horário de pico). Já nesse intervalo, de 9h às 17h, está permitida a circulação veículos com peso entre 8 e 16 toneladas

Assim como na avenida Constantino Nery, onde as multas estão valendo, na Djalma Batista haverá período de orientação

Na via, existem placas que informam os horários de proibição e permissão de tráfego de veículos pesados (Luiz Vasconcelos)

Dezesseis caminhões foram multados nesta quinta-feira (14) na avenida Djalma Batista, em Manaus, no primeiro dia de fiscalização para coibir a circulação de veículos pesados, conforme determinação da Portaria 14064/20, publicada no Diário Oficial de Manaus. Ao todo, 39 caminhões foram abordados por agentes de trânsito.

Veículos acima de 8 toneladas estão proibidos de circular na avenida Djalma Batista no horário de 6h às 9h e de 17h às 20h (horário de pico). Já nesse intervalo, de 9h às 17h, está permitida a circulação veículos de peso a partir de 8 até 16 toneladas. Os veículos acima de 16 toneladas só podem circular de noite e madrugada, de 20h às 6h.

A avenida Djalma Batista já está sinalizada com placas que indicam tais horários da proibição, conforme o Peso Bruto Total (PBT) de cada veículo. Antes de iniciar a fase de notificação, educadores do Manaustrans realizaram, por quinze dias, campanha de orientação a condutores e visitas a empresas de transporte de carga. Cinco mil panfletos foram distribuídos.

Os motoristas que foram multados disseram não se lembrar do dia em que as multas estariam valendo, como foi o caso do caminhoneiro Rodrigo Nunes, 40, que vinha do município do Rio Preto da Eva, a 80 km de Manaus. “Sabia que não podia passar nesta avenida, mas hoje, logo hoje, esqueci. Agora vou ter que verificar direito os horários que são permitidos para trafegar nesta avenida”, disse.

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) informou que os condutores autuados na fiscalização foram autuados R$ 127,69. A infração é considerada grave e ainda resulta em cinco pontos negativos na Carteira Nacional de habilitação (CNH).

As medidas para disciplinar a circulação dos veículos pesados começaram a ser implantadas desde o ano passado, em trechos de 11 ruas do centro da cidade. Neste ano, a restrição foi implantada nas avenidas Constantino Nery e Djalma Batista. A fiscalização do Manaustrans tem sido constante também na avenida Efigênio Sales, com a presença de agentes para coibir a circulação de caminhões na faixa esquerda da via.

A Prefeitura já desenvolve ainda estudos para ampliar a restrição para as avenidas Darcy Vargas, Efigênio Sales, Rodrigo Otávio, Umberto Calderaro, Mario Ypiranga, Brasil e Boulevard Álvaro Maia.