Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Motorista de carro de som não estava habilitado para dirigir, segundo Detran

De acordo com os registros do órgão, Olerino Siqueira Silva, de 49 anos, possuía habilitação ‘B’, para carros de passeio, quando o veículo exigia o tipo ‘C’; o modelo do caminhão, próprio para cargas, também era inadequado para transportar equipamento de som

Segundo o Detran, o caminhão já havia sido apreendido no ano passado, por atraso no licenciamento

Ainda de acordo com o Detran, o caminhão já havia sido apreendido no ano passado, por atraso no licenciamento (Winnetou Almeida)

Um dia após a tragédia que vitimou três pessoas e deixou oito feridos, no Dom Pedro, Zona Oeste de Manaus, as causas para o acidente começam a ser desvendadas.

Uma delas foi a irresponsabilidade do motorista, Olerino Siqueira Silva, de 49 anos, que não tinha habilitação para dirigir caminhões, e outra foi a imprudência do próprio dono do veículo, registrado na empresa Copel Rio Indústria e Comércio Ltda., especializada em transporte de material reciclável, que modificou o caminhão para transformá-lo em carro de som, quando o modelo era inadequado para tal.

Segundo os registros do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), Olerino possuía somente a habilitação “B”, para carros de passeio, quando a condução de caminhões exige a habilitação “C”, tornando-o, portanto, inapto para administrar um possível defeito do caminhão, como a falha ocorrida no freio, que tirou o controle do veículo e provocou o acidente. Pela irregularidade, Olerino deverá ser inidiciado por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) no trânsito, que é crime inafiançável, e encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro. Ele já se encontra sob custódia da polícia.

O Detran informou ainda que, no dia 12 de abril do ano passado, o mesmo caminhão, de modelo Mercedes Benz 710, placa JWH-4534, original de 1979, foi apreendido por atraso no licenciamento, sendo liberado cinco dias depois, em 17 de abril. A licença estava com prazo de vencimento marcado para o dia 27 de setembro deste ano.