Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Mototaxista e estudante de enfermagem morrem durante acidente em Manaus

A mãe da estudante morta no acidente, contou que a filha estava indo fazer um curso de primeiros socorros no SAMU da Zona Sul de Manaus

O acidente aconteceu na manhã desta quarta-feira (28) na Avenida Buriti, Distrito Industrial de Manaus

O acidente aconteceu na manhã desta quarta-feira (28) na Avenida Buriti, Distrito Industrial de Manaus (Reprodução)

Duas pessoas morreram na manhã desta quarta-feira (28) vítimas de um acidente de trânsito envolvendo uma moto e um microônibus na Avenida Buriti, Distrito Industrial, Zona Sul de Manaus.

A estudante de enfermagem Danielly Barbosa Ferreira, 19, que estava na garupa do mototaxista Everton Falcão Dutra, 25, morreu no local. Everton ainda foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu no caminho do Hospital e Pronto Socorro João Lúcio.

De acordo com o soldado Jean Ramos da 7º Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que chegou ao local pouco tempo depois do acidente, testemunhas contaram que Danielly e o mototaxista vinham no sentido bairro/centro em uma motocicleta CG vermelha de placa JWL 8395, quando um veículo prata de uma empresa que oferece canal a cabo encostou na moto, que perdeu o controle, entrou na contra-mão e colidiu de frente com um microônibus da empresa Amore de placa JXM 0172.

A Polícia Militar esteve no local e isolou a área. Agentes do Manaustrans também estiveram no local pra orientar o trânsito.

O delegado plantonista do 7º Distrito Integrado de Polícia (DIP) Marcelo Pilar, que esteve no local do acidente, informou que o motorista do microônibus Jeffson Nei Givoni da Silva, 49, vai ser indiciado por homicídio culposo - quando não há intenção de matar.

A mãe da estudante morta no acidente, a senhora Maria Ferreira Barbosa, 43, contou que a filha estava indo fazer um curso de primeiros socorros no SAMU da Zona Sul de Manaus.