Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Nacional vence a segunda partida seguida contra o Princesa do Solimões e conquista o returno do Campeonato Amazonense

Com o placar de 2 a 1, o Naça bate o Princesa no segundo confronto das finais do segundo turno do amazonense e agora sonha com o título do Barezão 2014 


Jogadores do Nacional comemoram o título da primeira rodada

Jogadores do Nacional comemoram o título (Evandro Seixas)

Em partida muito disputada, o Nacional Futebol Clube venceu a equipe do Princesa do Solimões na tarde deste domingo (11), no estádio Roberto Simonsen, o Sesi, e conquistou a Taça Cidade de Manaus. O título credencia o Leão da Vila Municipal às finais do Campeonato Amazonense deste ano, justamente contra o Tubarão do Norte.

Com um gol de Felipe Capixaba aos 24 minutos, e outro de Éder cobrando pênalti aos 37 minutos do primeiro tempo para o Nacional, tendo Nando descontando para o Princesa já no final do jogo, o Naça conquistou o segundo turno do estadual.

A torcida do Leão da Vila Municipal está fazendo a festa nas arquibancadas do Sesi. Com a vitória, o Naça força mais duas partidas decisivas contra o próprio Princesa do Solimões, sendo que a primeira delas está previamente marcada para o próximo domingo (18). Antes disso o Tubarão tem confronto marcado contra o Santos pela Copa do Brasil, na próxima quinta-feira (15). 

Alucinante

As duas equipes começaram a partida num ritmo forte, com muita velocidade. O Princesa pressionava e o Nacional saia nos contra-ataques. As duas primeiras oportunidades foram do Tubarão, com Fininho e com Alberto, que chutaram para fora. O Naça chegou aos 22 minutos, mas Luciano chutou fraco. Dois minutos depois, Felipe Capixaba fez 1 a 0 Naça.

Aos 37, escanteio na área do Princesa, Lídio mete a mão na bola e o árbitro marca pênalti, bem cobrado por Éder, ampliando a vantagem para 2 a 0 no primeiro tempo. 

Na segunda etapa o Tubarão voltou com Edinho Canutama e passou a criar várias oportunidades de gols. Aos 36, Nando diminuiu para 2 a 1, mas já era tarde: o Naça ficou com o título.

Acusações de preconceito

Parte da torcida do Princesa deu um verdadeiro show de preconceito racial durante a partida. Os torcedores que ficaram na parte esquerda das cabines de transmissão imitaram sons de macacos quando os jogadores do Nacional tocavam na bola. Alguns torcedores uniformizados chegaram a chamar atletas azulinos de macacos.

Dentro de campo também houve acusações de preconceito. O zagueiro Índio disse que o colega de zaga, Rodrigão, foi chamado de macaco pelo lateral-direito do Princesa. “O Deurick ofendeu o Rodrigão dentro de campo chamando-o de macaco”, disse o jogador. Rodrigão preferiu  fazer pouco caso do ocorrido. “Não quero saber disso. Vou deixar isso pra lá. Não vou polemizar”, declarou o nacionalino.

Acusado de racismo pelos atletas do Nacional, Deurick disse que os adversários estão usando “armas” para desestabilizar todo o time do Princesa. “Isso não aconteceu. Eu sou negro e o Nacional está usando isso para querer nos desestabilizar. Já joguei no clube e sei como eles são,  pois sabem que eu tenho o sangue quente”, disse.

Campeão em estádio novo

Ainda não está confirmado, mas a probabilidade de uma das duas partidas decisivas do 'Barezão 2014' ser levada pro estádio Carlos Zamith, o Zamithão, são bem grandes. Tubarão ou Leão podem se orgulhar de serem os primeiros campeões do novo estádio que servirá de centro de treinamento para Copa do Mundo em Manaus.

CONFIRA AQUI GALERIA DE IMAGENS