Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Parque dos Bilhares receberá nova iluminação que prevê redução de 52% no consumo de energia

O logradouro está passando por processo de revitalização e ficará 63% mais iluminado. Serão instalados 204 novos pontos de iluminação convencional e 151 pontos de iluminação artística

A Semmas e a Seminf trabalham para implantar o programa de eficiência energética no parque

A Semmas e a Seminf trabalham para implantar o programa de eficiência energética no parque (Divulgação)

O Parque Ponte dos Bilhares, administrado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), é o ponto de partida de um programa de eficiência energética voltado para a iluminação de áreas públicas, como praças e parques na cidade de Manaus.

O logradouro está passando por processo de revitalização que teve início com o trabalho de melhoramento da iluminação, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), onde será utilizada tecnologia 100% LED, que permite uma redução de, ao menos, 52% no consumo de energia.

Segundo a Semmas, a melhoria da qualidade da iluminação era uma reivindicação antiga dos frequentadores do parque. O trabalho faz parte do projeto de reforma, que inclui obras de melhoria da infraestrutura de segurança e implantação de equipamentos de lazer e recreação. 

De acordo com o engenheiro Miguel Silveira Júnior, da Seminf, foi elaborado projeto luminotécnico que prevê a instalação de aproximadamente 204 novos pontos de iluminação para conforto do fluxo dos transeuntes que frequentam o local. Serão instalados ainda 151 pontos de iluminação artística para valorizar o paisagismo local.

“Foram elaborados dois projetos para comparação, um utilizando tecnologia convencional e o outro LED, enquanto o parque iluminado com a tecnologia LED consome 118,835 KW, o mesmo parque iluminado com tecnologia convencional consumiria 227,709 kW, o que incide em uma economia de 52%”, explicou Silveira Júnior.

Com a mudança, o parque ficará aproximadamente 63% mais iluminado. As obras estão na fase inicial de construção de infraestrutura, para instalação dos circuitos da alimentação de energia elétrica no local. Estão sendo priorizadas as pistas de caminhada e áreas de concentração de massa, e a iluminação paisagística que visa destacar um pouco mais a flora existente no local.

*Com informações da assessoria de imprensa