Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Terceiro assaltante do BB em Manaus é preso enquanto tentava fugir em vôo para Fortaleza (CE)

Daniel Guedes dos Santos, 26, foi capturado no Aeroporto Internacional de Manaus com documentação falsa e R$ 14,2 mil. Ele estava acompanhado de uma mulher, possivelmente garota de programa

Terceiro preso no assalto ao Banco do Brasil, em Manaus

O suspeito e mais cinco homens teriam levado R$ 500 mil de uma agência do Banco do Brasil na rua Miranda Leão, Centro da capital (Luiz Vasconcelos)

Outro integrante do grupo que assaltou uma agência do Banco do Brasil em Manaus, há uma semana, foi preso na noite desta quarta-feira (25) pela Polícia Civil. Daniel Guedes dos Santos, 26, foi pego com documentação falsa e R$ 14,2 mil reais enquanto chegava no Aeroporto Internacional de Manaus para tentar fugir para Fortaleza (CE).

Os policiais civis da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) estavam procurando Daniel desde o dia do assalto, ocorrido no dia 16 de dezembro na agência BB da rua Miranda Leão, no Centro de Manaus. Na ocasião, seis homens armados entraram no banco, renderam três seguranças e roubaram cerca de R$ 500 mil, valor não confirmado.

Daniel foi preso com documentação em nome de Paulo José do Nascimento. Junto dele, no momento da abordagem, estava uma mulher de 22 anos, possivelmente garota de programa. Na delegacia, Daniel foi autuado em flagrante por documentação falsa e indiciado por formação de quadrilha e roubo majorado.

Daniel não foi preso em flagrante pelo assalto, o delegado Orlando Amaral, titular da Derfd, deverá pedir o mandado de prisão preventiva dele pelo roubo ao banco. O advogado de Daniel, presente na delegacia, disse que pedirá a liberação do cliente dele por meio de pagamento de fiança, já que o crime de documentação falsa é pouca gravidade.

Assaltantes

Outros dois integrantes da quadrilha que assaltou o Banco do Brasil já foram presos. Pai e filho, Antônio Pereira Oliveira Filho, 52, o “Tuca”, e Ivo Cristiano Pereira Oliveira, 28, respectivamente, foram presos no dia 17 de dezembro, um dia depois do assalto, dentro da Pizzaria Pazon, avenida Joaquim Nabuco, no Centro, estabelecimento de propriedade de "Tuca"

Pai e filho foram presos porque a polícia conseguiu identificá-los através das imagens das câmeras de segurança da agência bancária. Os dois foram autuados em flagrante e depois foram encaminhados à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa. A polícia continua procurando os outros três participantes do roubo.

*Com informações da repórter Joana Queiroz