Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Polícia prende quinteto do PCC autor de triplo homicídio contra integrantes da FDN

Três homens foram mortos na rua Laço do Amor, Jorge Teixeira 4, Zona Leste de Manaus. A polícia prendeu cinco suspeitos do assassinato e acredita em rixa por ‘bocas de fumo’ entre facções criminosas

As prisões foram efetuadas pelo Batalhão de Choque Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam)

As prisões foram efetuadas pelo Batalhão de Choque Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) (Divulgação)

Três homens foram mortos a tiros no início da noite de sábado (19) no beco Beija-flor, rua Laço do Amor, bairro Jorge Teixeira 4, Zona Leste de Manaus. Cinco suspeitos do crime foram presos com armas e drogas. Para a polícia, a motivação dos crimes é a rixa por pontos de venda droga entre integrantes de facções criminosas rivais, em Manaus.

As vítimas são Juliano Morais da Silva, 19, Jailson Souza dos Santos, 27, e o adolescente Jhonas Ferreira Sombra, 17, que eram da facção Primeiro Comando da Capital (PCC) e traficantes da área, conforme a polícia. Eles eram moradores da rua Laço do Amor e estavam em via pública quando os assassinos chegaram ao local, em dois carros de cor preta e um táxi, e efetuaram cerca de 9 disparos contra cada vítima.

Os cinco suspeitos do crime são Wadson da Silva Serudo e Adriano Rodrigues Ozório, presos em via não especificada, no Jorge Teixeira. Durante abordagem, os dois confessaram o crime e indicaram o local onde haviam planejado tudo, uma casa na rua Abiero, Jorge Teixeira 2. Na casa estavam Luana Mayara Caldas de Souza, Rodrigo do Nascimento Sales e Bruno Leão da Silva.

As prisões foram efetuadas pelo Batalhão de Choque Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam). Segundo a polícia, Wadson, Adriano, Luana Mayara, Rodrigo e Bruno seriam membros da facção Família do Norte (FDN). Na casa na rua Abiero, foram apreendidas armas e drogas. Algumas das armas estavam deflagradas, ou seja, teriam sido utilizadas no triplo homicídio na rua Laço do Amor.

No local foi apreendida uma pistola PT 840 de uso restrito; uma pistola 380; uma espingarda calibre 12; cinco projéteis intactos de calibre 380; três projéteis cada um de calibre 38, 32 e 12; um estojo de projéteis; uma capa de colete balístico; um colete balístico; um celular; 199 trouxinhas de cocaína; três porções de maconha; uma porção de oxi em pedra e 41 trouxinhas de oxi.

Todos foram levados ao 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Wadson e Adriano foram autuados em flagrante por homicídio, e um deles por porte ilegal de arma de uso restrito. Já Luana Mayara, Rodrigo e Bruno foram autuados por tráfico de drogas. Eles foram encaminhados à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.