Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Polícia investiga suposta participação de PM em assalto

Joallison e um suposto policial militar, identificado como Antônio Alves Machado Neto, abordaram um casal de colombianos no local e roubaram R$ 1,2 mil das vítimas

Joallison Costa Santos, 30, é suspeito de assaltar um casal de colombianos

Joallison Costa Santos, 30, é suspeito de assaltar um casal de colombianos (Divulgação / Polícia Civil)

Joallison Costa Santos, 30, foi preso por policiais do 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP) na rua Santa Helena, bairro Betânia, Zona Sul de Manaus, nesta sexta-feira (13), após ter sido ser denunciado de participação em roubo.

O crime teria ocorrido na quinta-feira (12), por volta das 18h, num condomínio residencial no Distrito Industrial de Manaus.

Joallison e um suposto policial militar, identificado como Antônio Alves Machado Neto, abordaram um casal de colombianos no local e roubaram R$ 1,2 mil das vítimas.

Em depoimento, o colombiano Jhon Steban Vasques Valência afirmou que o policial militar estava fardado e colocou uma pistola na cabeça dele, exigindo que entregasse todo o dinheiro.

Durante revista na casa do soldado Antônio Neto foi encontrado o fardamento utilizado no delito, mas ele não foi localizado nos endereços indicados pela Polícia Militar.

O Delegado Titular do 3º DIP, Abrahão Serruya, está aguardando o comparecimento do soldado Machado Neto na unidade policial para prestar esclarecimentos sobre o possível envolvimento dele no caso.

Joallison foi autuado em flagrante por roubo e será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.

A Assessoria de Comunicação da Polícia Militar do Amazonas informou que, está investigando a participação do soldado da Polícia Militar Antônio Alves machado Neto no assalto.

O soldado faz parte do efetivo da Força Tática (FT), porém não chegou a atuar na FT em virtude de está em licença para tratamento de saúde.

A PMAM informou ainda, que caso comprovada a participação do Policial Militar, será aberto procedimento administrativo com prazo de 40 dias para ser concluído e que todos os recursos estão sendo utilizados para efetuar a localização do soldado.

Com informações da assessoria de comunicação