Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Polícia procura suspeita de matar o marido da avó

A delegada titular do 11º DIP já pediu a prisão preventiva de Daiana Rego, 24. Segundo vizinhos da suspeita, ela é perigosa e também estaria envolvida no homicídio de um taxista

Elson da Silva Lopes, 41, foi atingido por um tiro na barriga no último domingo (11) e morreu nesta quinta-feira

Elson da Silva Lopes, 41, foi atingido por um tiro na barriga no último domingo (11) e morreu nesta quinta-feira (16) (Erica Melo)

Policiais civis do 11º Distrito Integrado de Policia (DIP) estão no encalço de Daiana Ketelen Rego Mata, 24, suspeita de ser a autora do disparo de arma de fogo que atingiu a barriga do técnico Elson da Silva Lopes, 41, no último domingo (11) no bairro Coroado, na Zona Leste de Manaus. Ele estava internado no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio e morreu nesta quinta-feira (16).

A suspeita do crime, Daiana, é neta de Maria Janete Mata, esposa e agora viúva de Elson. Segundo a polícia no momento do crime Daiana ainda tentou disparar outro tiro contra enteado da vitima, identificado como Eliseu, mas foi impedida pela vítima que a segurou.

Desde domingo a filha de Elson, a operadora de caixa Rayara da Costa, 20, veio do município de Itapiranga (a 222 quilômetros de Manaus), local onde os dois são naturais, para cuidar do pai no hospital. Ela compareceu ao Instituto Médico Legal (IML) para poder levar o corpo de Elson para Itapiranga, onde será velado e enterrado.

"Meu pai morava em Manaus e tinha poucos familiares por aqui. Ele vivia com essa mulher, Jeni, não lembro o nome da rua. Mas eu fui lá e falaram que a neta dessa mulher era perigosa e já tinha se envolvido na morte de um taxista aqui em Manaus. Disseram que ela não tem pena e mata mesmo, que já está acostumada", contou Rayara.

A delegada titular do 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Tatiana Feijó, já pediu a prisão preventiva de Daiana Rego, que está foragida. Ela será enquadrada pelo crime de homicidio qualificado. A arma um revólver calibre 38 foi apreendida.

Colaborou o repórter Vinícius Leal