Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Polícia prende quatro suspeitos de matar motorista de microônibus na Zona Leste

Segundo a Polícia os suspeitos também agrediram o sobrinho da vítima que, em depoimento, afirmou que sobreviveu porque se jogou de um barranco

Bando suspeito de matar motorista na Zona Leste é preso

Bando suspeito de matar motorista na Zona Leste é preso (Divulgação / Polícia Civil)

Daniel de Souza Pantoja, 21, Felipe André Gomes Neves, 20, Kátia Simone Ferreira Rodrigues, 39, e Douglas de Almeida Pantoja, 18, foram presos na manhã desta segunda-feira (6) por policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs), pelo homicídio do motorista de microônibus Gecer de Brito Coelho, 46.

O crime ocorreu no início da madrugada desta segunda-feira (6) no bairro Jorge Teixeira 1, Zona Leste de Manaus.

Segundo informações do Delegado Titular da Dehs, Paulo Martins, os suspeitos acreditavam que tio e sobrinho queriam matar um dos integrantes do grupo.

“Testemunhas afirmaram que os envolvidos achavam que a vítima teria emprestado uma moto para ser usada numa suposta tentativa de homicídio a um dos componentes do grupo”, explicou Paulo Martins.

O sobrinho da vítima, o auxiliar de cozinha Arnaldo Santos Coelho, 24, teria sido abordado por um dos integrantes da quadrilha, identificado como Denismarcos de Almeida Pantoja, 25, conhecido como “Denis” na noite de domingo (5), por volta das 20h.

“Denis”, juntamente com Daniel, Felipe e Douglas, além dos foragidos Sérgio Nildo da Silva, 28, o “Chinha”; William Silva Ayres, 24, o “Budega”; e Francisco Medeiros de Souza Filho, 31, conhecido como “Chiquinho”, teriam levado Arnaldo à casa de Denismarcos, localizada na rua dos Lírios, na primeira etapa do Jorge Teixeira, onde teria sido agredido pelo bando.

O delegado informou ainda que a vítima ao sentir falta do sobrinho foi procurá-lo e nesse momento também foi abordado por parte do grupo e levado ao mesmo local onde Arnaldo estava e também foi agredido.

“Os dois conseguiram escapar quando a quadrilha tentou tirá-los da residência para colocá-los num veiculo”, frisou a autoridade policial.

Em depoimento, Arnaldo disse que só não foi morto porque se jogou de um barranco naquela área. Gecer foi atingido por três disparos de arma de fogo, dois deles na cabeça e um no ombro.

Daniel, Felipe, Douglas e Kátia foram presos ainda na manhã desta segunda-feira. Daniel, que é irmão de “Denis”, e Kátia, companheira do foragido, foram encontrados na casa da mãe dos irmãos, localizada na rua dos Cactos.

Douglas foi preso na casa dele, situada na mesma rua. Já Felipe numa residência na rua das Hortências.

A polícia ainda procura por outros quatros suspeitos: “Chinha”, “Budega”, “Denis” e “Chiquinho”.

Com o bando foi encontrado drogas e armas

Com o grupo a polícia apreendeu seis garrafas contendo substância entorpecente conhecida como “loló”, dois celulares, uma arma caseira, um revólver calibre 38 e munições.

Eles foram autuados por homicídio consumado, homicídio tentado, formação de quadrilha, tortura e porte ilegal de arma e encaminhados a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficarão à disposição da Justiça.

 Com informações da assessoria de comunicação