Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Policiais denunciam péssimas condições de trabalho no 14º DIP

Unidade possui uma única viatura para uso dos agentes, que, ainda por cima, está sem grade de proteção; prédio também apresenta goteiras e móveis velhos

Viatura do 14º DIP não possui grade para proteção dos policiais

Viatura do 14º DIP não possui grade para proteção dos policiais (Antônio Menezes)

Há um ano policiais civis do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), localizado na avenida Grande Circular, bairro São José, Zona Leste, trabalham com a única viatura da unidade que está sem a grade de proteção também chamada de “xadrez”, que dá segurança aos policiais no transporte de presos durante os procedimentos, as faltas de condições de trabalho se estendem a estrutura do prédio com goteiras e colchões velhos que foram doados por outras unidades.

Os policiais afirmam que para trabalhar precisam emprestar as viaturas de outras delegacias como a do 11º DIP no Coroado, 30º DIP no João Paulo e até do 4º DIP no Grande Vitória e quando não é possível os policiais se arriscam transportando os presos em viaturas sem o gradil, a ausência da proteção já permitiu que alguns presos fugissem durante o percurso, segundo os policiais há uns seis meses, um suspeito que era investigado por envolvimento com o tráfico de drogas e conseguiu abrir a porta da viatura e fugir.

O presidente do Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Estado do Amazonas (Sinpol), Moacir Maia, disse que vai acionar o delegado geral Josué Rocha, em caráter de urgência, pois segundo ele, o problema com as viaturas deveria ter terminado com o com o aluguel das viaturas da empresa Delta. “O Governo do Estado paga aluguel dessas viaturas, e prometeu que não haveria mais desfalque com viaturas, pois quando alguma delas entrasse em manutenção ou não pudessem ser utilizadas, seriam imediatamente substituídas”, explicou Maia.


Alojamento da unidade com colchões velhos, emprestados por outros DIP’s (Antônio Menezes)

Maia disse ainda que não tinha conhecimento do desfalque das viaturas na unidade, e disse que vai acompanhar o caso de perto. Para ele o 14º DIP deveria ter no mínimo três viaturas. “Essa é uma central de flagrantes da Zona Leste e atende bairros como: Jorge Teixeira, João Paulo e Tancredo Neves, locais considerados como ‘áreas vermelhas’, onde o tráfico de drogas e a disputa entre facções criminosas imperam”, afirmou.

Outros problemas

A delegacia não tem porta, está com goteiras, e no alojamento dos policiais os colchões para o descanso foram doados por outras delegacias.

A assessoria de comunicação da Polícia Civil disse que a unidade tem duas motos, dois carros descaracterizados e duas viaturas. A que está em manutenção será substituída hoje, e sobre a ausência do gradil e os problemas da estrutura física a Polícia Civil não se manifestou.