Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Centro de Zoonoses promete ampliar e descentralizar serviços para animais em unidades móveis

Segundo a Semsa, o CCZ trabalhará em parceria com as Organizações Não-Governamentais para realizar vermifugação e micrichipagem dos animais domésticos recolhidos nas ruas. A ação visa dar cumprimento à Lei Municipal nº 1.590/2011

CCZ deve ampliar serviços para animais em situação de abandono

CCZ deve ampliar serviços para animais em situação de abandono (Ney Mendes)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai descentralizar os serviços do Centro de Zoonoses a partir deste semestre, colocando duas Unidades Móveis para a castração e microchipagem dos cães e gatos nos bairros de Manaus, além de outros serviços. O anúncio foi feito pelo secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, que reforçou que o CCZ trabalhará em parceria com as Organizações Não-Governamentais e ofertará para os moradores também a vermifugação dos animais.

“Estamos colocando em prática ações voltadas à vigilância das zoonoses e ao bem-estar dos animais, e implantando a Política Municipal de Controle de Zoonoses, com vários projetos em parcerias entre as secretarias municipais, com a criação de um Conselho Municipal de Proteção aos Animais e a reforma e ampliação da estrutura do Centro de Zoonoses com a recuperação e reestruturação das áreas de alojamentos dos animais e construção de um ‘gatil’ adequado para abrigo dos felinos, além da descentralização dos serviços”, disse o secretário.

Segundo Evandro Melo, o plano está sendo finalizado pela Semsa, por determinação do prefeito Arthur Neto, e uma das principais propostas é a descentralização das ações, com a aquisição de duas Unidades Móveis para registro, identificação, castração e esterilização dos animais, além de vacinação, educação em saúde e a criação de quatro unidades descentralizadas de Controle de Zoonoses, para possibilitar o aumento da efetivação das ações.

“Teremos também Unidades Descentralizadas de Controle de Zoonoses, que  serão construídas em todos os distritos de saúde e trabalharão juntos com as equipes do Estratégia Saúde da Família, levando atendimento a todos os bairros, com serviços gratuitos às famílias cadastradas. Outra novidade é que a Semsa vai trabalhar de forma integrada com o Estratégia de Saúde da Família levando orientação e educação em saúde às famílias mais carentes sobre o trato com os animais”, afirmou o secretário.

Chips

Evandro Melo disse que a Semsa já implantou 2.176 microchips nos cães da capital. A intenção de realizar o controle da população dos animais domésticos é evitar que eles sejam soltos nas ruas da cidade. A colocação dos microchips ocorre desde o mês de junho do ano passado quando o Centro de Controle de Zoonoses passou a dispor do material para a realização da microchipagem.

Segundo o secretário Evandro Melo, o procedimento é simples e além de microchipagem, os animais também são castrados. “Nos microchips são armazenadas todas as informações do dono do animal doméstico e a identificação é feita com um leitor eletrônico”, informou o secretário.

“Ainda este semestre as Unidades Móveis vão estar prestando o serviço a população”, informou o chefe do Núcleo de Controle de Raiva Humana e Animal, José Horácio Pereira. Segundo ele, cinco Organizações Não Governamentais também dão apoio ao Centro de Zoonoses indicando donos de animais para serem microchipados. “O procedimento cirúrgico é simples e dura, em média, 15 minutos”, afirma José Horácio.

Leis

A ação visa dar cumprimento à Lei Municipal nº 1.590/2011, que disciplina a criação, propriedade, guarda, uso e transporte de cães e gatos em Manaus. “A lei obriga, entre outras coisas, os proprietários a manter seus animais identificados, com coleira e guia em vias públicas e a recolher os dejetos”, ressaltou Horácio.

A Lei nº1.590/2011 estabelece que ficam proibidos o abandono, os maus-tratos (castigos e a falta de cuidados veterinários), a permanência de animais soltos nas ruas e o adestramento em vias públicas. O descumprimento da lei sujeita os infratores a multas que variam de 1 (uma) a 8 (oito) UFM (Unidade Fiscal do Município de Manaus).

O Centro de Controle de Zoonoses é um órgão da Semsa, subordinado ao Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (DVAE), e é  responsável por desenvolver ações de vigilância e controle de zoonoses como a vacinação antirrábica, controle populacional de cães e gatos e controle de sinantrópicos (pragas urbanas).