Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Prefeitura anuncia classificados para o Programa Bolsa Idiomas

Lista com os nomes dos 4.476 contemplados pode ser conferida no site do projeto; alunos devem entregar documentos entre os dias 27 e 29 de agosto, na Escola de Serviço Público Municipal (ESPI)

Segundo o prefeito Artur, o Bolsa Idiomas é um avanço na meta de tornar Manaus uma ‘cidade bilíngue’

Segundo o prefeito Artur, o Bolsa Idiomas é um avanço na meta de tornar Manaus uma ‘cidade bilíngue’ (Tácio Melo/Semcom)

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, divulgou, nesta sexta-feira, 22, a lista dos classificados para o Programa Bolsa Idiomas. Ao todo, 4.476 pessoas foram contempladas. Nesta edição, foram ofertadas 9,7 mil vagas para cursos de inglês e espanhol. As vagas em aberto serão preenchidas durante a segunda chamada. Os nomes dos classificados estão disponíveis no site do programa http://bolsaidiomas.manaus.am.gov.br.

De acordo com o prefeito, o programa já alcança mais de 16 mil pessoas, que somadas a essas 4.476, chega a aproximadamente 20 mil alunos beneficiados com cursos de língua inglesa e espanhola. Arthur Neto ressaltou que a prefeitura, por meio da Escola de Serviço Público Municipal (ESPI) junto com as instituições parceiras, avança significativamente com a proposta de transformar Manaus em uma cidade bilíngue.

"Todo esse nosso trabalho é fundamental para o turismo, para as relações comerciais e para o estudo dessas pessoas. É uma iniciativa muito forte, que para mim, deve se transformar em política pública, patrocinada por todos os prefeitos que venham ser meus sucessores. Não tenho dúvidas de que o Bolsa Idiomas é bom para a nossa cidade e para o desenvolvimento do nosso Estado", comentou o prefeito.

A diretora da Espi, Luiza Bessa Rabelo, explicou que a partir de agora o Bolsa Idiomas será realizado semestralmente. Segundo ela, a ideia é facilitar o planejamento tanto dos candidatos quanto das escolas parceiras. “A Prefeitura de Manaus vai trabalhar com cronograma. A cidade, os estudantes, as pessoas a partir dos 16 anos até os 65 ou mais podem se planejar com mais tranquilidade. Então, a prefeitura está de braços abertos para receber aqueles que efetivamente não podem pagar por um curso de língua estrangeira", afirmou.

Matrícula

A diretora-geral da Espi, Luiza Bessa Rebelo, avisa que a próxima etapa é a entrega da documentação, comprovando os dados inseridos no momento da inscrição. Para poder usar o benefício, os candidatos classificados devem entregar os documentos no período de 27 a 29 deste mês, na sede da Espi, na avenida Professor Nilton Lins, 3259, Bloco D, Parque das Laranjeiras. Ela informa que esta é a primeira chamada.

Os documentos a serem entregues são: comprovante de residência; CPF e RG (maiores de idade); certidão de nascimento (menores de idade); comprovante de conclusão do ensino médio ou declaração da escola em que está cursando; laudo médico para pessoas com deficiência, com o CID (código internacional da doença), emitido por junta médica oficial – original ou cópia autenticada; declaração de renda familiar; e comprovante de renda.

Sobre o programa

O Bolsa Idiomas oferece bolsas integrais ou parciais (de 75% e 50% de abatimento no valor do curso) para aqueles estudantes que têm vontade de aprender um novo idioma, mas não possuem condições financeiras para arcar com o investimento educacional.

Luiza Rebelo lembra que os contemplados podem conciliar as aulas de idiomas com outras atividades acadêmicas. "Essa é uma oportunidade até para os estudantes que já fazem parte do Bolsa Universidade, conseguirem uma especialização a mais. Eles também podem fazer a inscrição para mais este programa municipal", enfatiza. As aulas do Bolsa Idiomas devem ter início ainda em setembro.

* Com informações da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom).