Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Prefeitura lança edital para obras da Galeria dos Remédios

Segundo o prefeito, a galeria deve ficar pronta deve ficar pronta entre 60 e 90 dias. Também está nos planos da Prefeitura a construção do Shopping T4

Prefeito lançou o edital em visita à obra da Galeria Espírito Santo

Prefeito lançou o edital em visita à obra da Galeria Espírito Santo (Divulgação)

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, divulgou nesta terça-feira (27), o lançamento do edital para as obras da segunda galeria popular definitiva: a Galeria dos Remédios, que funcionará na rua Miranda Leão, Centro. O anúncio foi feito durante visita as obras da Galeria Espírito Santo, que será entregue no mês de junho. O espaço vai receber os camelôs cadastrados pela prefeitura que foram desapropriados de vias do Centro de Manaus.

Com o avanço na instalação das estruturas metálicas que sustentarão o segundo piso, as bancas modelos já começam a ser montadas na primeira galeria popular a ser entregue pela prefeitura. A Galeria Espírito Santo, localizada na esquina das ruas 24 de Maio e Joaquim Sarmento, vai abrigar mais de 300 trabalhadores e já tem data para inaugurar.

“Será no dia 27 de junho, uma sexta-feira. Será a consagração de um sonho e uma demonstração muito clara da nossa dedicação aos camelôs que estão virando microempresários para realmente subirem na vida. A Galeria dos Remédios deve ficar pronta entre 60 e 90 dias e sobre o Shopping T4, no Jorge Teixeira, estamos concluindo o edital de licitação para também iniciar as obras”, afirmou Arthur.

Tanto a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) quanto os trabalhadores da empresa terceirizada vencedora da licitação trabalham diuturnamente nas obras da Galeria Espírito Santo para que o cronograma seja cumprido.

“A gente já tem aqui as bancas modelos, que são de material pré-moldado, facilitando o ritmo da obra. É um trabalho paralelo à construção do segundo piso e que dá mais celeridade ao cronograma”, explicou o diretor de Engenharia da Seminf, Antônio Nelson.

Investimentos

Os investimentos no projeto das galerias populares já somam mais de R$ 50 milhões, oriundos do Fundo Municipal de Fomento à Micro e Pequena Empresa (Fumipec). Desses, R$ 5.652.960,77 foram destinados para Galeria Espírito Santo, R$ 7.939.280,52 para a Galeria dos Remédios e R$ 40.305.176,22 são estimados para a construção do Shopping T4.

Primeiros microempreendedores

Os 220 comerciantes que atualmente ocupam o camelódromo da Epaminondas serão os primeiros a serem transferidos para a galeria definitiva. Além desses, outros 90 deverão ser contemplados na primeira etapa do projeto.

“São, aproximadamente, 300 vagas nessa primeira galeria porque ainda estamos discutindo a disposição das bancas junto ao Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb) e esse número pode aumentar. Além dos camelôs da Epaminondas, outros serão escolhidos pelas lideranças para também serem contemplados”, destacou o secretário municipal do Centro, Glauco Francesco.

Ao todo, 2.082 trabalhadores vão se tornar microempreendedores com o apoio da Prefeitura de Manaus. “Até que o último camelô seja transferido das ruas do Centro para as galerias definitivas, nós continuaremos com as bolsas no valor de R$ 1 mil para aqueles que aderirem ao projeto, bem como com a doação das cestas básicas no valor de R$300”, garantiu o prefeito Arthur Neto.