Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Plataforma do Proama atingida por balsa volta a funcionar, mas normalização só na sexta (25)

Com a ponte refeita com estruturas metálicas, operários trabalharam até de noite para refazer os tubos de captação de água e colocar estação em pleno funcionamento

Abastecimento será normalizado para 50 mil famílias no domingo (20)

Abastecimento será normalizado para 50 mil famílias no domingo (20) (Jornal A Crítica)

A plataforma de captação do Programa Águas de Manaus (Proama), que ficou danificada após ser atingida por uma balsa - o que afetou o abastecimento de água de quase 50 mil moradores das Zonas Norte e Leste de Manaus -, voltou a funcionar plenamente às 10h desta quarta-feira (23). O serviço deverá voltar a atender integralmente a população até sexta-feira (25), de acordo com o prefeito Artur Neto.

Para o diretor da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama), Heraldo Câmara, a expectativa é que sexta, ou no máximo até sábado (26), todos os bairros afetados estejam com o abastecimento restabelecido, isso porque, apesar da obra ter sido finalizada no fim da manhã desta quarta, ainda é necessário que os poços religados pela empresa Manaus Ambiental para atender a população enquanto os reparos eram realizados sejam desligados.

"(A captação de água) Começou ontem às 17h30. Nesta manhã, nós já temos água no reservatório do (bairro) Nova Floresta e já estamos bombeando para o Jorge Teixeira. A seguir, vamos repassar água para o Núcleo 23 e para o Mutirão", disse Heraldo.

Ainda segundo o diretor, a obra será finalizada com uma semana de antecedência ao cronograma inicialmente previsto. “Em princípio, a obra seria entregue no final do mês. Depois nós antecipamos para quinta-feira, mas o trabalho avançou e nós vamos conseguir começar o bombeamento já nesta quarta”, explicou Câmara.

O diretor explicou, ainda, que no domingo foi concluído a instalação dos 47 metros de tubo de captação de água e ontem foi realizado a troca de cabos elétricos danificados. De acordo com Heraldo Câmara, a obra de reparação da plataforma vai continuar, pois alguns detalhes precisam ser concluídos, mas isso não vai influenciar no restabelecimento do serviço.

Conforme dito por Artur, a Prefeitura vai manter, por ora, os carros-pipa e os poços artesianos em funcionamento, optando por um desligamento gradual do sistema. Ele também informou que os cidadãos que ficaram totalmente ou parcialmente sem abastecimento de água no período pós-acidente pagarão suas contas de acordo com o que receberam.

Para atender as famílias afetadas, a Manaus Ambiental reativou 58 poços tubulares profundos, além de realizar um rodízio de abastecimento, beneficiando uma média de 150 mil pessoas dos bairros  Jorge Teixeira e Nova Floresta, na Zona Leste. Os bairros Jorge Teixeira, Cidade de Deus, Mutirão, Nova Floresta e São José estão recebendo água, mas não por um período de 24h.

O abastecimento será totalmente normalizado após a retomada na operação do Proama, hoje, porém, enquanto isso não acontece, a empresa pede o apoio da própria população na economia e reserva de água, a fim de evitar desperdícios, pois as medidas adotadas são emergenciais.

Além do religamento dos poços a empresa adotou manobras hidráulicas nas Estações de Tratamento (ETAs 1 e 2) localizadas no Complexo de Produção da Ponta do Ismael, Compensa, Zona Oeste, para ampliação do atendimento das zonas cobertas pelo Proama, aumentando a vazão em mais de 500 litros d´água por segundo, em cada estação de tratamento, o que permitiu o abastecimento de 300 mil pessoas.