Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Em Manaus, professora encontra na rua carteira com mais de R$ 2 mil e devolve ao dono

A mulher percebeu que dois homens em uma moto tinham deixado cair um objeto no chão. Ela pegou a carteira, seguiu a dupla de carro e não os alcançou. O objeto só foi devolvido com a ajuda da polícia

cotidiano

O dono da carteira também é professor e não acreditou quando recebeu uma ligação informando que a carteria seria devolvida (Divulgação)

Um fato inusitado emocionou os policiais do 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP) nesta segunda feira (23), em Manaus. A professora de matemática Maria Leonilda de França Pinheiro, 45, encontrou na rua uma carteira masculina com mais de R$ 2 mil e resolveu devolver toda a quantia ao dono.

Maria Leonilda saia de carro de um restaurante no bairro Praça 14 de Janeiro, na Zona Sul de Manaus, quando percebeu que dois homens em uma motocicleta haviam deixado cair uma carteira no chão. A docente parou o seu veículo, pegou a carteira e tentou seguir os motoqueiros, mas em vão, pois os homens estavam em rápida velocidade.

A professora Maria Leonilda procurou, então, o 3º DIP e relatou aos policiais toda a história. Foi quando o delegado Abrahão Serruya contabilizou a quantia, R$ 2.070,00, e encontrou um número de telefone. Após a ligação, o dono do dinheiro, Claudio Henrique da Silva, 41, compareceu na delegacia em poucos minutos.

Claudio Henrique também é professor, de educação física, e perdeu a carteira quando estava indo a uma agência bancária para pagar contas. Ele disse que estava apressado e só depois percebeu ter perdido o objeto.

Claudio Henrique contou, ainda, que ficou desesperado, pois o dinheiro era pra pagar outras diversas contas. Ele não acreditou quando recebeu a ligação dos policiais informando que a carteira havia sido encontrada.

“Essa mulher e esse delegado são anjos. Ganhei o meu presente de Natal, não tenho palavras para expressar os meus sentimentos”, disse o professor, emocionado.

O delegado Serruya parabenizou o ato da professora Maria Leonilda e disse que hoje em dia é muito difícil encontrar pessoas honestas com ela. "Ações como essa justificam minha vontade de permanecer cada vez mais na Polícia Civil do Amazonas", finalizou Serruya.