Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Em Manaus, Sinetram anuncia 6% de reajuste salarial para rodoviários a partir deste mês

Embora proposta para Convenção Coletiva 2014/2015 não ter sido aceita pela categoria, Sinetram confirma aumento. Benefícios incluem aumento na cesta básica, ticket refeição e lanche

Vice-presidente e presidente do Sindicato dos Rodoviários, Josildo e Givanci Oliveira

Vice-presidente e presidente do Sindicato dos Rodoviários, Josildo e Givanci Oliveira (Paula Pessoa/AC)

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) informou que os trabalhadores do transporte coletivo receberão reajuste a partir deste mês, embora a proposta para a Convenção Coletiva 2014/2015 ainda não ter sido aceita pelo Sindicato dos Rodoviários.

O assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges, explica que o reajuste tem anuência da Prefeitura de Manaus e do Ministério Público do Trabalho (MPT), para que os trabalhadores recebam o novo valor.

“Os trabalhadores receberão o valor salarial de acordo com as propostas que apresentamos para a Convenção. Não podemos deixar que os trabalhadores sejam prejudicados. Estamos o possível para que eles tenham um bom salário dentro da nossa realidade e que o usuário tenha um transporte seguro e de qualidade”, explica o assessor.

As propostas de reajustes oferecidas pelo Sinetram foram de 6% de reajuste salarial, R$ 195 na cesta básica, R$ 11 no ticket refeição e R$ 3,50 no lanche, o que resultou uma proposta de reajuste médio de 9,96%. Com o reajuste, o salário dos motoristas e cobradores passa a ser R$ 1.920,75 e R$ 960,37, respectivamente. O atual salário do motorista em Manaus é de R$ 1.812,03 e do cobrador chega a R$ 906,01.

A reportagem tentou contato com o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Givanci Oliveira, assim como o vice-presidente Josildo Oliveira, porém as ligações não foram atendidas.