Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Novo Centro de Monitoramento de Segurança para a Copa custará R$ 40 milhões

Este será um dos legados da Copa, a área de segurança foi tratada como um dos destaques da Copa em Manaus durante a reunião de Alinhamento e Integração dos Planos Operacionais para a Copa

Governador Omar Aziz acompanhou o ministro Aldo a uma visita na obra da Arena da Amazônia em fase de conclusão

Governador Omar Aziz acompanhou o ministro Aldo a uma visita na obra da Arena da Amazônia em fase de conclusão (Bruno Kelly)

O governador Omar Aziz abriu, na manhã desta quarta-feira (12), a reunião de Alinhamento e Integração dos Planos Operacionais para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. O evento, que também contou com a presença do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, reuniu representantes de todos os órgãos das esferas federal, estadual e municipal envolvidos na organização do Mundial, que terá Manaus como uma das 12 sedes.

Do salão Solimões, do Centro Cultural Palácio Rio Negro, no Centro, onde a reunião aconteceu, o governador acompanhou o ministro a uma visita na obra da Arena da Amazônia, que se encontra em fase final de conclusão.

A área de segurança foi tratada como um dos destaques do plano operacional para a Copa em Manaus, durante a abertura da reunião. Segundo o governador, estão sendo investidos cerca de R$ 40 milhões em um novo Centro de Monitoramento, que supera em grandeza o atual Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops). “É um legado importante que vai ficar para a segurança, com investimentos de quase 40 milhões para monitorar toda a cidade”, disse o governador, ao completar que o maior legado da Copa para Manaus será a projeção da cidade para o mundo.

Para o governador, a reunião evidencia todo o esforço que vem sendo feito pelas pessoas anônimas que trabalham para que a Copa aconteça. “Quantas pessoas totalmente desconhecidas estão ajudado para fazer a Copa acontecer. Por trás dos jogos tem toda uma estrutura sendo montada”, lembrou o governador.

Integração

Já o ministro Aldo Rebelo ressaltou a importância do trabalho integrado e do alinhamento entre as três esferas de governo para o sucesso do evento. “É uma reunião de trabalho entre servidores do Governo Federal, do Estado e da Prefeitura que passa a limpo todos os planos operacionais da Copa – como vai funcionar o aeroporto, a saúde, o transporte e a segurança”, observou.

De acordo com Aldo Rebelo, a segurança será coordenada pelo Governo do Estado, sob o comando da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), porém entrosada com as forças armadas, Polícia Federal, Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e outros os órgãos federais.

Aldo disse confiar no sucesso da Copa em Manaus e em todo o Brasil, a julgar pela realização de outros eventos recentes, como a conferência Rio +20 e a visita do Papa Francisco e citou a segurança e o bom acolhimento como pontos cruciais da preparação.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, também ressaltou o impacto que a Copa trará para  Manaus, citando pesquisa do Ministério do Esporte, com jornalistas internacionais, que classificou a cidade como o terceiro destino mais visado durante os jogos, depois do Rio de Janeiro e São Paulo.

Por isso, ele disse acreditar que a Copa projetará Manaus para o turismo e como destino de eventos. “A cidade se credencia para destino turístico importante. O Brasil e o mundo vão passar a concebê-la numa escala que até então não conheciam”.

Após visitar a Arena da Amazônia e concluir que os trabalhos estão nos acabamentos finais, o ministro Aldo Rebelo elogiou o principal palco da Copa 2014 em Manaus, que, segundo ele, faz jus ao projeto arquitetônico.

“A Arena está adaptada ao ambiente da cidade e da região. Se encaixa na paisagem, é confortável e simples ao mesmo tempo e acho que assegura para a cidade não apenas um belo espetáculo na Copa, mas um benefício permanente”, disse.

Neste domingo, Rebelo volta à capital amazonense para acompanhar o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke em visita de inspeção ao estádio da Copa.