Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Semana Santa terá 215 toneladas de pescado a preços mais baratos em tendas de peixe de Manaus

Serão 100 toneladas de tambaqui, 25 toneladas de matrinxã, 60 toneladas de pirarucu fresco e 30 toneladas do Bacalhau da Amazônia. A venda acontecerá de 12 a 19 de abril, das 7h às 22h, em locais diversos

O peixe está na lista dos produtos que sofreram alterações

As vendas acontecerão da Feira do Coroado, na Alameda Cosme Ferreira, e no Centro Social Urbano (CSU) do Parque Dez (Arquivo AC)

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), ampliou a oferta de peixe para a Semana Santa e coloca para comercialização mais de 215 toneladas de pescado a partir deste sábado (12) até 19 de abril.

De acordo com Sepror, serão comercializadas três espécies de peixe a preços populares, sendo 100 toneladas de tambaqui, 25 toneladas de matrinxã, 60 toneladas de pirarucu fresco e 30 toneladas do Bacalhau da Amazônia. Também serão comercializados 320 quelônios, sob autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O pescado será vendido na Tenda do Peixe com a participação direta de 25 produtores e piscicultores. As tendas estão localizadas nos estacionamento da Feira do Coroado, na Alameda Cosme Ferreira, bairro de mesmo nome, Zona Leste, e no Centro Social Urbano (CSU) do Parque Dez, bairro de mesmo nome, com funcionamento de 7h às 22h.

A estimativa de economia para o consumidor na Tenda do Peixe é de aproximadamente 20% em relação aos preços praticados nas demais feiras e mercados de Manaus. A oferta do peixe a preços populares é uma ação, segundo a Sepror, para combater a especulação e a alta no preço do pescado durante a Semana Santa.

“Nossa meta é permitir que todos possam comer bem, com qualidade e sem comprometer a tradição nesse período em que, infelizmente, muita gente aproveita para ganhar em cima da fé do povo. Por isso intensificamos as ações para a venda do pescado a preços populares”, garantiu a secretária executiva da Sepror, Sônia Alfaia.

Preços

Na Tenda do Peixe o tambaqui será comercializado com preços variados. O tambaqui de até 2 kg custará R$ 6,50, o quilo. Acima de 5 kg o preço do quilo sai a R$ 9,50. A matrinxã de até 2 kg será comercializada a R$ 9, o quilo. Os quelônios saem a R$ 22, o quilo, para aqueles que pesarem acima de 1,5 kg.

O pirarucu fresco será comercializado a preços que variam de R$ 6 a R$ 20 o quilo, carcaça e lombo, respectivamente. A ventrecha será vendida a R$ 15, o quilo.

Bacalhau

Ainda como parte das ações da Sepror para a Semana Santa, foi lançada a campanha “Páscoa com Bacalhau da Amazônia”. A campanha consiste em levar o pirarucu processado na Indústria de Salga de Maraã - com técnicas semelhantes a salga do bacalhau europeu - as secretarias, entidades e órgãos públicos e privados, facilitando a compra do produto.

O Bacalhau da Amazônia será vendido ainda nas Tendas do Peixe todos os dias no período de 12 a 19 de abril, de 7h às 22h. O Bacalhau Móvel – mini-caminhão equipado com freezer, fogão e outros acessórios de cozinha – fica estacionado nos locais indicados no cronograma.

O lombo do Bacalhau será vendido a R$ 25, o quilo, a lasca do lombo a R$ 22, o quilo, e a ventrecha a R$ 20, o quilo.

Paralelo a Tenda do Peixe, o Bacalhau Móvel segue uma agenda em secretarias e instituições. Nos dias 15, 22 e 29 de abril (terças-feiras), o carro estará na Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SDS), nos dias 16, 23 e 30 de abril (quartas-feiras) na sede da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), e entre os dias 10 e 11, 17 e 18, 24 e 25 de abril (quintas e sextas-feiras) no Instituto de Pesquisa da Amazônia (Inpa).

*Com informações da assessoria de imprensa