Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Sobrinha de delegado morto chega em Manaus nesta sexta (21)

Procedimentos em Santarém (PA) adiaram apresentação em Manaus. Segundo a Polícia Civil, Karina deve ser interrogada na Delegacia Geral nesta sexta-feira

Karina Cristiane Pereira do Nascimento, sobrinha do delegado Oscar. Segundo a polícia, ela indicou aos bandidos o local onde o tio estaria

Karina deve seguir procedimentos de oitivas e interrogatório assim que chegar em Manaus, disse a PC (Divulgação/ Polícia Civil)

Acusada de ter fornecido informações que culminaram na morte do próprio tio e ex-delegado Oscar Cardoso Filho, 61, a estudante de Direito Karina Cristiane Pereira do Nascimento, 23, presa nesta quarta-feira (19), deve chegar a Manaus na manhã desta sexta-feira (21) juntamente com uma equipe de investigação composta pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), além de agentes da Força Especial de Resgate e Assalto (Fera).

A operação tem a frente os delegados Paulo Martins e Fábio Martins, da DEHS e Fera, respectivamente. Foi divulgado hoje que a suspeita chegaria nesta quinta-feira (20), porém, segundo a Polícia Civil, os procedimentos em Santarém (PA) tomaram um tempo não previsto pela equipe, resultando no adiamento da transferência para Manaus.

De acordo com a PC, Karina deve ser apresentada na sede da Delegacia Geral de Polícia Civil, localizada na avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus, onde deve passar por oitivas e interrogatório. A Polícia Civil não soube informar para qual unidade prisional a estudante será encaminhada em seguida.

Relembre o caso

A estudante Karina Nascimento é suspeita de ter participado da execução do delegado Oscar Cardoso, e foi presa quando estava na casa de familiares, no bairro Prainha, cidade de Santarém (PA). Segundo a polícia, ela informou para os atiradores a localização de Oscar no dia do crime.

Ainda são procurados pela polícia, Fábio Diego Matos de Oliveira, 27, o “Piu Piu”, e o líder da facção Família do Norte (FDN), João Pinto Carioca, o “João Branco”, que fugiu do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), onde cumpria pena no regime semiaberto.

A fuga foi constatada após a polícia ir até o presídio, onde cumpriria o mandado de prisão expedido pela justiça durante a realização da "Operação Hórus".