Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Superintendência Regional do Trabalho faz mutirão para haitianos

Durante toda a manhã deste sábado (28), funcionários da SRT-AM trabalharam para providenciar emissão de carteiras de trabalho para haitianos

Haitianos aguardam em fila durante mutirão para a emissão da carteira de trabalho na sede da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Amazonas

Haitianos aguardam em fila durante mutirão para a emissão da carteira de trabalho na sede da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Amazonas (Alberto César Araújo/AE)

Cerca de 130 haitianos procuraram hoje a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Amazonas (SRT-AM) para adquirirem a carteira de trabalho no mutirão que foi organizado na sede da Superintendência neste sábado (28).

O mutirão aconteceu das 8h às 12h, e segundo o superintendente da SRT-AM, Dermilson Chagas, 65 das 130 carteiras expedidas foram entregues hoje mesmo. As demais vão ser entregues no decorrer da próxima semana.

Dermilson Chagas também falou que na semana que vem, funcionários da SRT-AM vão até a paróquia de São Geraldo para também dar orientações e providenciar a emissão de novas carteiras aos imigrantes. Ele não descartou a possibilidade de realizar um outro mutirão caso seja detectada a necessidade da ação para oferecer o serviço aos estrangeiros.

O superintendente afirmou que já existem rumores de que pessoas estariam vindo do Estado do Pará para aliciar esses homens e mulheres trazendo ofertas de trabalho que nem sempre condizem com a realidade. “O Estado do Pará possui registros de áreas nas quais existem ocorrências de trabalho escravo e devemos estar atentos a qualquer "sinal de fumaça” que indique que estas pessoas estão usando de malícia para com os haitianos”, disse Dermilson.

Outro alerta feito por ele é em relação às empresas de outros estados que estão recrutando os imigrantes haitianos para trabalharem. Elas precisam providenciar a certidão declaratória de transporte de trabalhador que comprova o contrato trabalhista. O documento pode ser solicitado via internet ou na própria Superintendência.