Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Suposto parceiro do ex-traficante ‘Frankzinho do 40’ é morto a tiros na frente da esposa e da filha

Em Manaus, no bairro Crespo, a vítima estava dentro de um carro, com a esposa e a filha, quando percebeu a aproximação dos assassinos. Ele pediu para que as duas abaixassem para se proteger dos tiros

foto legenda

A polícia acredita que o crime seja motivado por acerto de contas no tráfico de drogas (Divulgação)

Suspeito de ser um dos últimos parceiros do ex-traficante “Frankzinho do 40”, morto no ano passado, Manuel Edu Azevedo dos Santos, 27, foi assassinado com dois tiros na cabeça, na frente da esposa e da filha de um ano, na tarde desta quarta-feira (16), no bairro Crespo, na Zona Sul de Manaus.

A vítima foi morta quando passava pela rua J.B. Silva, em um carro modelo Celta com a filha e esposa, quando foi abordada por dois homens não identificados, em uma motocicleta de características também não identificadas. Os policiais da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados por moradores e isolaram a área até a chegada da Polícia Civil.

De acordo com os policiais, Edu tinha acabado de buscar a filha na casa de uma irmã e estaria retornando para o bairro Armando Mendes, na Zona Leste, onde morava. Segundo os PMs, a esposa da vítima, identificada como Larissa Oliveira de Lima, contou que Manuel Edu percebeu quando os assassinos se aproximaram do veículo e teria pedido para ela se abaixar com a criança.

Após avisá-las, os bandidos efetuaram vários disparos contra o carro, sendo que as balas acertaram o vidro traseiro e do lado do motorista. Edu levou dos tiros na cabeça e morreu na hora. Já Larissa e a criança não sofreram nenhum ferimento. Para a Polícia Civil, o caso pode ter relação com acerto de contas no tráfico de drogas.

Droga no carro

Familiares da vítima logo se aglomeram no local, mas não quiseram falar sobre o crime. Apenas a mãe da vítima que comentou que o filho e a nora estavam comprando materiais para festejar o aniversário de um ano da filha do casal, nos próximos dias. Ela também disse que não sabia se Edu vinha recebendo ameaças.

O caso vai ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), localizada no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste. Após o corpo ter sido removido pelo Instituto Médico Legal (IML), os investigadores vasculharam e encontraram no carro de Edu, além de pertences pessoais, uma porção de droga, provavelmente maconha.