Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Suspeito de tráfico é preso com dois quilos de droga no Santo Etelvina, Zona Norte de Manaus

O suspeito foi preso enquanto se preparava para entregar um tablete de oxi para dois adolescentes. Ele já tem passagem pelo sistema prisional

Suspeito estava prestes a entregar um tablete de oxi para dois adolescentes quando foi preso

Suspeito estava prestes a entregar um tablete de oxi para dois adolescentes quando foi preso (Antonio Menezes)

Na manhã desta quinta-feira (8), Policia Civil apresentou o traficante Adriano de Souza Aquino, 22, vulgo “Cenoura”, que foi preso na Luiz Otávio, na Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus, com cerca de 2 quilos de substância entorpecente, supostamente oxi, avaliada em aproximadamente R$ 15 mil reais. Adriano estava com mais dois adolescentes de 16 anos, que faziam segurança para o traficante.

Após denúncia anônima, a equipe de investigação do 26º Distrito Integrado de Policia (DIP), montaram campana e esperaram o traficante agir. Adriano foi preso no momento em que ele se preparava para entregar aproximadamente um tablete de oxi para dois adolescentes.

A droga estava em forma bruta e, de acordo com o Delegado Walter Cabral, que coordenou a ação, a droga estava em forma bruta. “Depois de ser misturada a outras substâncias, renderia cerca de seis quilos de oxi pronto para consumo. Graças ao trabalho em equipe, conseguimos tirar mais um traficante das ruas”, declarou.  

Adriano já foi preso em 2012 na rua Acapuva, Comunidade Luís Otávio, também no bairro Monte das Oliveiras. Na ocasião ele estava com 1 kg de cocaína. O jovem foi solto em 2013.

As investigações apontam que ele recrutava adolescentes para vender drogas. Em depoimento, os rapazes apreendidos confessaram que além de traficarem para Adriano, também faziam a segurança dele.

Adriano, em declaração à polícia confirmou ser traficante e disse que conseguia a droga na Comunidade Luís Otávio, mas negou qualquer tipo de envolvimento com alguma facção criminosa.

Adriano irá responder por tráfico e associação para o tráfico de drogas (Artigos 33 e 35, respectivamente, da Lei nº 11.343/06), além de corrupção de menores (Artigo 244 – B do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA). O acusado foi encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá aguardar decisão da Justiça. Os adolescentes foram levados para a Delegacia Especializada em Atos Infracionais (DEAI).