Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Suspeito de estelionato é preso ao tentar fazer empréstimo de R$ 14 mil com documentos falsos

Polícia afirma que homem usava identidades diferentes para aplicar golpe. Indivíduo já responde por estelionato e foi encaminhado à Cadeia Pública

Homem responde por três crimes de estelionato e foi preso ao tentar fazer empréstimo de R$ 14 mil, em Manaus

Homem responde por três crimes de estelionato e foi preso ao tentar fazer empréstimo de R$ 14 mil, em Manaus (Divulgação)

A polícia prendeu na manhã desta quinta-feira (15), Edmilson Carneiro Neto, 59, suspeito de aplicar golpes de estelionato. O homem foi descoberto quando tentava aplicar fazer um empréstimo de R$ 14 mil com documentos falsos, em uma empresa financeira, localizada na rua Itamaracá, Centro, na quarta-feira (14).

O suspeito chegou ao local apresentando uma identidade com o nome de Danilo Oliveira Ramires, porém a gerente do estabelecimento percebeu que poderia estar sendo vítima de estelionato, e acionou os policiais militares da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que chegaram ao local e conduziram o suspeito ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na Praça 14 de Janeiro.

Em depoimento, Edmilson confessou que pretendia fazer o empréstimo, mas que o dinheiro seria repassado a dois conhecidos dele, identificados apenas como Carlos e Varsan. Segundo o indivíduo, os dois homens o teriam procurado para fazer uma proposta: ele faria o empréstimo com uma identidade falsificada que Varsan possuía e em troca receberia um veículo de modelo não revelado pela polícia.

Edmilson contou à polícia que depois de saber de todo o procedimento, pegou emprestado o carro de Varsan, modelo Honda Fit, de placas DSE 4950, e colocou em prática o plano.

Segundo a polícia, o homem é suspeito de ter realizado um golpe de R$ 7 mil com uma identidade falsificada em nome de João Freitas de Araújo. Edmilson negou o fato, mas a polícia deve investigar o caso e a participação dos outros dois homens citados por ele.

No site de consulta processual do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Edmilson responde por três crimes de estelionato, além várias dívidas fiscais. Em um dos estelionatos, realizado em outubro de 2013, ele tentou cometer o crime em uma empresa de crédito emprestando R$ 32 mil com documentos falsos, porém foi preso.

Edmilton foi autuado em flagrante por tentativa de estelionato e após os procedimentos necessários, baixou à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, Centro, onde ficará a disposição da Justiça.

*Com informações da repórter Jaíze Alencar