Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Suspeito de estupro preso em Manaus pode ser responsável por violentar 22 pessoas

A frieza do acusado é uma de suas principais características. A delegada Linda Glaucia afirma que há evidências de participação de Herley em pelo menos 22 casos de estupros em Manaus, quase a metade contra menores.

Suspeito pode ser responsável por violentar 22 pessoas

Suspeito pode ser responsável por violentar 22 pessoas (Divulgação)

O suspeito de estupro Herley Nascimento Santos, 31, preso na manhã desta terça-feira, 28, por policiais da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações e a de Proteção a Criança (DEFRD) e ao Adolescente (DEPCA), em Manaus, pode ter envolvimento em mais de 20 estupros que são investigados na cidade. É o que afirma a delegada Linda Gláucia de Moraes, delegada titular da DEPCA.

Segundo a delegada, chamou a atenção dos investigadores a atuação de Herley. Os relatos sempre citavam que os crimes ocorriam entre as 5h30 e 7h30 da manhã. Neste horário crianças e adolescentes costumam se dirigir à escola, e as mulheres adultas , em geral, iam para o trabalho quando foram abordadas e violentadas, disse.

A atuação violenta, os carros utilizados e o horário característico levaram os policiais a um determinado ponto onde a investigação por estupro e estupro de vulnerável se cruzou com os roubos investigados pela Delegacia de Roubos, Furtos e Defraudações. Este, segundo Linda Gláucia, foi um momento determinante para a investigação. “Quando percebemos que se tratavam do mesmo suspeito, unimos as forças e tudo ficou mais fácil. As vítimas começaram a aparecer e reconhecer o Herley como autor dos estupros”, disse.

A frieza do acusado é uma de suas principais características. Ela afirma que há evidências de participação de Herley em pelo menos 22 casos de estupros em Manaus, quase a metade contra menores. “Temos nove casos contra adolescentes e um estupro de vulnerável contra uma criança de 11 anos, que precisou ter sua genitália recuperada cirurgicamente. Em outro caso, no Japiim, duas mulheres foram estupradas. Uma delas foi morta e a outra conseguiu escapar, senão teria morrido também”, revelou Linda Glaucia.

Herley foi indiciado, na DEPCA, por estupro, estupro de vulnerável, homicídio e tentativa de homicídio. Essas acusações irão juntar-se as acusações de formação de quadrilha, roubo e porte ilegal de arma restrita, crimes pelos quais foi indiciado na Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações.

*Com informações de assessoria