Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Suspeito de homicídio leva tiro enquanto tenta escapar de delegacia na Zona Leste

Suspeito de ter matado Douglas Pedrosa de Souza no Dia das Mães, ele será indiciado por porte ilegal de arma, falsificação de documentos e receptação

Ele foi alvejado por policiais na avenida Autaz Mirim, a metros do 14º DIP, de onde fugia

Ele foi alvejado por policiais na avenida Autaz Mirim, a metros do 14º DIP, de onde fugia (Evandro Seixas)

Magdiel Barreto Valente, 24, fugiu das dependências do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus, momentos antes de entrar na cela, na tarde desta sexta-feira (16). No entanto, ele foi alvejado com um tiro por um policial militar a poucos metros do DIP, na avenida Autaz Mirim. Madgiel é suspeito de ter executado Douglas Pedrosa de Souza, 34, no domingo de Dia das Mães.

O fato aconteceu quando moradores informaram aos policiais do Ronda no Bairro da 14ª Companhia Interativa Comunitária que havia um carro modelo Siena de cor vermelha abandonado desde quarta-feira, em frente ao posto de saúde Leonor Brilhante, no Tancredo Neves. Os policiais constataram que a placa era fria.

Os PMs ficaram de campana quando abordaram Magdiel com uma pistola PT 40 na cintura, arma de uso exclusivo da polícia e que estava com nove munições intactas. Além disso, ele ainda apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa com o nome de “Manoel Santana Ferreira Brito”. O rapaz foi encaminhado ao 14º DIP.

Suspeito reage à prisão

De acordo com informações do delegado plantonista, Ailton Carvalho, quando o policial foi encaminhá-lo à cela, ao retirar a algema, Magdiel empurrou o investigador e saiu correndo para a rua, mas os policiais militares que estavam na área externa perceberam a ação e ao tentar interceptá-lo. O fugitivo colocou a mão na cintura com a menção de que iria puxar uma arma, quando, então, foi atingido com um tiro na perna. Ele foi encaminhado pelos PMs ao Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, também no Jorge Teixeira.

Acusado de homicídio

Magdiel foi identificado por uma mulher que o acusa de ser o assassino de seu filho, Douglas Pedrosa de Souza, 34, ocorrido no domingo do Dia das Mães. O delegado Ailton Carvalho acrescentou que o suspeito também responde a um crime de roubo, ocorrido em abril do ano passado, no bairro São José 2.

Ao sair do pronto socorro, Magdiel foi encaminhado ao 14º DIP onde responderá pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo de uso exclusivo das forças armadas, homicídio, falsificação de documentos e receptação. Após os procedimentos ele foi encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro.