Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Suspeito de ser um dos chefes do tráfico da Zona Leste de Manaus é preso com 5kg de cocaína

O suspeito está em liberdade provisória e já havia sido preso com mais 12 pessoas, sendo seis adolescentes, em dezembro de 2012

Os militares abordaram o suspeito em um carro e localizaram a droga escondidao debaixo do seu pé

Policiais abordaram o suspeito em um carro e localizaram a droga escondidao debaixo do seu pé (Divulgação)

Ronaldo Maricaua Flores, 30, e uma adolescente de 16 anos foram na noite desta terça-feira (27), no bairro Manôa, Zona Norte de Manaus, com aproximadamente 5kg de pasta base de cocaína. Segundo a polícia, ele é apontado como um dos chefes do tráfico da Zona Leste. 

Os policiais militares das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) estavam em patrulhamento pela avenida Francisco Queiroz (estrada do Manôa), quando abordaram um veículo modelo Agile, de cor branco e placas NOO 8412. Dentro do carro, os militares localizaram a droga que estava escondida debaixo do pé do suspeito.

“Nós estávamos em patrulhamento naquela área, avistamos o veículo em atitude suspeita, e realizamos uma abordagem. Não demorou muito para acharmos a droga que estava perto do banco do motorista, praticamente debaixo do pé dele”, relatou o Renan Carvalho, tenente da Rocam.

O suspeito e a adolescente foram encaminhados para o 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), para iniciar o procedimento de flagrante. De acordo com o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Ronaldo está em liberdade provisória desde março deste ano. Ele e outras 12 pessoas, sendo seis adolescentes, foram presas em dezembro de 2012 após uma investigação de quatro meses da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) da Polícia Civil.

Na época, o delegado Sandro Sarkis explicou que os adolescentes estariam sendo treinados para cometer crimes de pistolagem e que atuariam como escudo para os verdadeiros mandantes dos crimes.