Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Novo teste de tuberculose passou a ser utilizado nesta segunda-feira, na rede SUS de atendimento

O novo teste vem substituir a Baciloscopia Direta do Escarro, utilizada há mais de 100 anos como principal método para o diagnóstico da tuberculose

Novo teste está sendo utilizado desde a manhã desta segunda-feira (18)

Novo teste está sendo utilizado desde a manhã desta segunda-feira (18) (Divulgação)

O Teste Molecular Rápido da Tuberculose (TRM-TB) passou a ser utilizado nesta segunda-feira (18) pela Secretaria Municipal de Saúde para o diagnóstico da doença na rede de atendimento do Sistema Único de Saúde(SUS), em Manaus. O novo teste vem substituir a Baciloscopia Direta do Escarro, utilizada há mais de 100 anos como principal método para o diagnóstico da tuberculose.

O novo método de diagnóstico já está disponível nos Laboratórios Distritais Norte, Oeste e Sul, que receberam os equipamentos prontos para uso e já implantaram o teste na rotina de atendimento. O teste é realizado a partir da amostra de escarro do paciente com suspeita de tuberculose. “A entrega da amostra de escarro deve continuar a ser feita em um dos 83 postos de coletas do material, distribuídos em Unidades de Saúde nas zonas Norte, Leste, Oeste, Sul e Rural”, informa a chefe do Núcleo de Controle da Tuberculose da Semsa, enfermeira Lucianne Aguiar.

Em fevereiro desse ano, o Ministério da Saúde, Prefeitura de Manaus e o Governo do Estado promoveram o treinamento de mais de 200 profissionais de saúde para a interpretação dos resultados do novo teste e as condutas frente ao tratamento do paciente. A partir da próxima semana, mais 300 profissionais de saúde, entre médicos e enfermeiros, irão participar de um novo treinamento para atuação como multiplicadores das informações para outros profissionais que integram a rede municipal de saúde.

O TRM-TB é um teste automatizado, simples, rápido e de fácil execução nos laboratórios. A partir da amostra de escarro, o teste detecta simultaneamente o Mycobacterium tuberculosis e a resistência à rifampicina (RIF), um dos quatro medicamentos indicados para o tratamento da tuberculose.

“Além disso, com maior agilidade no diagnóstico da resistência à rifampicina, será possível iniciar de forma precoce o tratamento com as outras drogas recomendadas para esses casos de resistência ao medicamento”, reforça Lucianne Aguiar.

A enfermeira alerta também que, embora o equipamento disponibilize o resultado do exame de até quatro pacientes em duas horas, em função do volume de amostras recebido diariamente pelos laboratórios e pela necessidade de organização interna, os pacientes terão acesso ao seu resultado no dia seguinte ao da entrega de sua amostra no próprio Posto de Coleta, que continuam responsáveis pelo recebimento e envio das amostras de escarro para os laboratórios. 

“O Programa de Controle da Tuberculose e os Laboratórios Distritais estarão trabalhando de forma integrada para garantir que as pessoas que tiverem o diagnóstico de tuberculose confirmado sejam comunicadas imediatamente para o início do tratamento o mais rapidamente possível”, afirmou.